Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Consignado de aposentados cai 22% em setembro


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

23/10/2012 | 07:00


O total de empréstimos consignados dos aposentados e pensionistas da Previdência Social apresentou a quarta queda mensal consecutiva em setembro. Segundo dados do Ministério da Previdência Social, o mês passado teve 555.119 contratações, recuo de 22% frente a outubro. Em relação ao mesmo mês do ano passado, setembro apresentou diminuição de 26%, aponta a Pasta.

As operações da modalidade vinculadas ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) somaram R$ 1,98 bilhão no mês passado, queda nominal, ou seja, sem descontar a inflação, de 16% sobre o valor acumulado em setembro de 2011.

Em relação a agosto, quando o registro foi de R$ 2,59 bilhões, setembro apresentou montante 23% inferior, sem descontar a inflação.

Na avaliação do professor de Economia do Insper Otto Nogami, o ciclo do crédito consignado segue fraco pelo aumento da inadimplência, que tira alguns beneficiários do mercado de crédito, e pela margem consignável, que prevê um empréstimo por vez e parcelas de até 30% da remuneração.

O consignado é uma das modalidades de empréstimo mais baratas ao consumidor. Os juros dessas operações são menores por causa do mecanismo de desconto das parcelas direto na folha de pagamento dos aposentados e pensionistas. Os trabalhadores com carteira assinada cuja empresa em que atuam tem contrato com os bancos também podem tomar o tipo de crédito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;