Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pela valorização dos professores

No dia 15 de outubro, comemoramos o Dia dos Professores e Professoras...


Dgabc

17/10/2011 | 00:00


Artigo

No dia 15 de outubro, comemoramos o Dia dos Professores e Professoras, uma categoria que é responsável por aquilo que é mais importante em nossa sociedade: a educação de nossas crianças e a formação profissional de nossos jovens trabalhadores e trabalhadoras.

Cabe nesse momento, fazer uma reflexão sobre a realidade em que vivem os professores da rede pública de ensino.

Infelizmente, ao longo dos anos, os professores foram prejudicados por políticas públicas de Educação equivocadas e seus salários ficaram estagnados devido ao descaso do governo do Estado e também de administrações municipais com a valorização da categoria.

Diante dessa realidade, observamos muitos professores e professoras fazendo jornada dupla ou tripla para poder complementar seus ganhos e sustentar suas famílias.

Dados de 2009 do Ministério da Educação e divulgados no site do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo mostram que 40% dos professores da Educação Básica no País atuavam em mais de um turno, sendo quase 33% em dois, e os outros 7%, em três períodos. Segundo as estatísticas, 18% dos docentes lecionavam em duas escolas e 3% em três estabelecimentos.

Sabemos que nossos companheiros do movimento sindical na área da Educação enfrentam a cada ano uma luta árdua contra um governo do Estado que não se preocupa com a valorização dos professores e que se preocupa apenas em aprovar alunos, que muitas vezes saem da escola mal sabendo ler e escrever.

Faz-se necessário que prefeituras e o Estado invistam nos professores para que, realmente, possamos ter uma Educação de qualidade em nosso País.

Valorizar o salário dos professores vai além de garantir qualidade de vida para esses trabalhadores. Significa investir na qualidade da Educação de nossas crianças e jovens e garantir no futuro mão de obra qualificada e cidadãos preparados para o mercado de trabalho.

Isaac do Carmo é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região.

PALAVRA DO LEITOR

Professor

Tudo o que se cria, tudo o que se inicia tem um bom professor. Ser professor é muito mais que ensinar a ler, escrever e contar. É ter nas mãos a forma humana estourando como se fossem sementinhas no milagre da germinação. Ser professor é desenvolver, criar e continuar a obra iniciada, visto que a educação é um processo sem fim. É forjar o caráter e moldá-lo à perfeição. É a capacidade de harmonizar a família, a escola e a comunidade. É colocar a sua dedicação acima de qualquer obstáculo. Ser professor, enfim, é acima de tudo dar as ferramentas para que o pequeno ser se transforme em um cidadão de bem.

Eunice Gallo
São Caetano

Dilma e Marta

Finalmente achei resposta de boa qualidade da presidente. Onde Dilma diz ‘não' a Marta, pelo fato de a mesma ter ido procurá-la para propor negociata visando às eleições. Ela desistiria de pleitear a indicação do PT para o governo paulista desde que fosse premiada com o Ministério da Educação ou tivesse apoio do governo para a presidência do Senado em 2013. Que pouca vergonha não é, dona Marta? Já acostumada com a patifaria do seu partido achou que teria grande prêmio. Sendo assim, quero parabenizar a presidente Dilma pelo ‘não' dado a essa cidadã que nunca terá meu voto, pois não a acho digna de ser indicada, já que não valoriza seus milhares de votos.

Rosangela Caris
Mauá

Religiosidade

Vale tudo na campanha.Onde foi parar o fervor religioso da presidente Dilma? Durante a campanha esteve em sinagogas no ano novo judaico e em Aparecida no dia 12 de outubro. Já neste ano, nem pensar, não é mesmo?

Luiz Nusbaum
Capital

Publicidade

Segundo o ministro Carlos Ayres Britto, que encomendou estudo para comparar valores pagos de precatórios com verbas destinadas à publicidade nos Estados, governo gasta mais com propaganda do que para quitar suas dívidas. Pura verdade. Indo ao Fórum de Diadema, um dos mais renitentes caloteiros do País, me deparei com várias faixas de propaganda anunciando ‘asfalto novo'! Faixas caras, em bom tecido, cruzando a via pública. Desperdício maior, São Bernardo, outro contumaz caloteiro, tem esbanjado dinheiro em propaganda como nunca neste País. Tivesse a administração a competência das agências de propaganda e não precisaria suprir-se delas para fazer crer que a tivesse. Enquanto isso, o Judiciário vai servindo como balcão de expedição do Executivo, perdido em busca das inovações inseridas na sua coisa julgada. É a nossa falsa democracia a demonstrar que o golpe civil de Sarney supera, em arbitrariedade, o golpe militar de Castelo Branco.

Nevino Antonio Rocco
São Bernardo

Falta união

Com certeza, no dia em que todas as cidades do País se unirem para, nos mesmos dia e hora, fazer eclodir movimento de protesto como o que aconteceu em Brasília no dia 12, certamente os corruptos, que tomaram conta dos três poderes da República, se não fugirem de novo, vão tremer de medo. Precisamos usar mais os espaços que os jornais e a internet nos oferecem e mostrar para esses corruptos e corruptores que estamos unidos para o que der e vier. Queiram ou não, esse é o caminho. Acorda povo brasileiro.

Leônidas Marques
Volta Redonda (RJ)

Troca-troca

Aconteceu um barata voa com a aproximação da data fatal para que os políticos se encontrassem com os seus pseudoideais e se filiassem aos mais diversos partidos. As negociações foram as mais variadas e as mais indecorosas possíveis. As administrações ficaram escancaradas para que todos se deliciassem da melhor forma. Em Santo André, muitos foram engabelados e passaram para o PTB, partido do prefeito, certos de uma eleição tranquila, principalmente por saberem que o número de cadeiras na Câmara passará para 27. Lembro que basta um aspone entrar com um processo e o Tribunal Superior Eleitoral obrigará o aumento. Esquecem os oito petebistas de carteirinha que, para atingir os coeficientes para elegê-los, precisam completar o quadro partidário, no mínimo, com uns 30 ruins de votos. Só que estes saberão que vão fazer suas campanhas para eleger os bons de votos. Será que topam?

Aylton Denari
Santo André



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;