Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Quilombolas de Sergipe são ameaçados de morte por fazendeiros


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

25/09/2006 | 15:12


Famílias remanescentes de quilombos que vivem na comunidade Lagoa dos Campinhos, no município Amparo do São Francisco, em Sergipe, estão sofrendo ameaças de todo o tipo, inclusive de morte,  por fazendeiros da região. A denúncia foi feita na semana passada pelo advogado da comunidade, Rodrigo Machado.

Segundo ele, os donos das terras também estão impedindo as famílias de pescarem na lagoa dos Campinhos e de usarem a terra ao redor, que poderia ser utilizada para o plantio de arroz. Machado diz que a lagoa pertence à União, fato confirmado pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

O superintendente do Incra em Sergipe, Carlos Fontinele, afirmou que a Secretaria de Patrimônio da União fará a doação da lagoa à comunidade. Ele informou também que a AGU (Advocacia Geral da União) está propondo uma ação para que os fazendeiros que ocupam irregularmente a lagoa deixem o local.

O superintendente confirmou a existência de conflito entre as famílias da comunidade e os fazendeiros da região. Para resolver a situação, ele diz que o Incra iniciou o processo de demarcação do território quilombola. O trabalho de campo já foi concluído e o parecer está sendo elaborado. O documento deve ser concluído até o final de outubro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;