Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Jornalistas escritores se reúnem em São Paulo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luciane Mediato
Do Diário do Grande ABC

23/05/2011 | 07:00


Doze dos mais consagrados jornalistas brasileiros que também fazem sucesso na literatura confirmaram presença e participarão do Encontro com Jornalistas Escritores, oferecido como atividade complementar do Congresso Mega Brasil de Comunicação, realizado entre amanhã e dia 27, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

Com a curadoria de Audálio Dantas, um dos mais respeitados jornalistas brasileiros e também é escritor, o encontro está marcado para as manhãs e noites dos dias 25 e 26. A primeira mesa, na manhã do dia 25, reunirá, das 9h30 às 11h30, Eliane Brum, Laurentino Gomes e Zuenir Ventura; a segunda, na noite desse mesmo dia, de 19h30 às 21h30, Caco Barcellos, Mauricio de Sousa e Ziraldo.

Na manhã seguinte, no mesmo horário, Juca Kfouri, Moacir Japiassu e Ricardo Kotscho se reúnem na terceira mesa. A quarta, na noite (mesmo horário) do dia 26, Antônio Torres, José Hamilton Ribeiro e Regina Echeverria.

"Esse encontro é muito importante para o debate do jornalismo e da literatura. É cada vez mais comum que jornalistas escrevam livros. Profissionais que seguiram esse caminho existem muitos no Brasil. Temos grandes exemplos como Fernando Morais, Laurentino Gomes entre outros nomes", comenta Dantas.

O curador ressalta que esse estilo literário dentro do jornalismo não é recente. "Nos Estados Unidos temos o grande Gay Talese. Ele escreveu, na década de 1970, o perfil de Frank Sinatra sem nenhuma entrevista com o cantor, utilizou apenas a observação e o depoimento de pessoas que conviviam com o artista. Talese fez parte do Novo Jornalismo, mas no nosso País temos exemplos desse estilo bem antes dessa época. Um exemplo é Euclides da Cunha que foi para Canudos e revelou um Brasil interiorano, antes ignorado e desconhecido", afirma Dantas.

Uma das características dos jornalistas que seguem os caminhos dos livros é utilizar a literatura sem fugir da realidade. "Não se pode e nem se deve inventar algo. O que fazemos é um jornalismo aprofundado com informação de qualidade. Publicações que não são livros e seguem essa linha são: a antiga revista "Realidade" e hoje, a "Piauí"", afirma.

Para Dantas, não existe uma formula a ser seguida e nem uma técnica para fazer textos literários no jornalismo. "Acredito que seja uma questão de vocação. Cada escritor tem seu estilo e personalidade nos textos. O conselho que posso dar é paciência na hora de escrever e pesquisar, porque se não você acaba caindo no imediatismo da notícia. Além disso, tudo não passa de um olhar diferenciado da realidade e de humanização das matérias", avalia.

A inscrição para o Encontro com Jornalistas Escritores pode ser feita pelo site www.megabrasil.com.br/congresso2011 ou telefone (11)
5576-5600. O valor por sessão é de R$ 20 e R$ 50 o ciclo completo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;