Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Queiroga apela a brasileiros com imunização atrasada que tomem 2ª dose

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/07/2021 | 22:19


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez um apelo aos brasileiros que estão com a segunda dose da vacina contra a covid-19 em atraso para que procurem os postos e completem a imunização. "Peço que busquem os postos de vacinação para tomar a segunda dose, pois sua imunização só estará completa após a conclusão do esquema vacinal", disse, em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV.

Queiroga aproveitou o espaço para destacar as ações do governo federal no combate à pandemia, especialmente a compra de vacinas. O ministro lamentou a morte de mais de 550 mil em razão da doença e disse que as vacinas representam uma "nova esperança". "Estendo aqui nossa solidariedade a todos que perderam entes queridos", afirmou. "A contenção da crise sanitária e a plena recuperação da atividade econômica dependem, em grande medida, do sucesso do nosso Programa Nacional de Imunização (PNI)."

Queiroga não mencionou medicamentos defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro e comprovadamente ineficazes contra a covid-19, como cloroquina e ivermectina. O ministro também não citou o uso de máscaras ou a necessidade de medidas de distanciamento social. Exaltou ainda a parceria entre União, Estados e municípios no combate à covid-19. "Nosso único inimigo é o vírus, por isso é importante a união de todos. Seguiremos juntos, com respeito às orientações das autoridades sanitárias e a vacinação de nossa população", disse.

O ministro destacou que o governo já distribuiu 175 milhões de doses para Estados e o Distrito Federal, e encomendou mais de 600 milhões de imunizantes. Segundo ele, 100 milhões de brasileiros já tomaram a primeira dose, o que representa 63% da população em idade adulta. O ministro disse que esse resultado está diretamente relacionado à queda de 40% no número de casos e óbitos em um mês.

De acordo com o ministro, toda a população adulta estará vacinada com a primeira dose até setembro, com a imunização completa em dezembro. "Graças aos esforços do governo federal e em parceria com Estados e municípios, seguiremos avançando a vacinação em todo o País."

Queiroga celebrou os acordos que permitiram a transferência de tecnologia entre a Fiocruz e a AstraZeneca para fabricação de vacinas em território nacional. "Trata-se de um resultado tangível da aposta exitosa do presidente Jair Bolsonaro na promoção do acesso de todos os brasileiros à vacina contra covid-19", disse. O ministro afirmou que os investimentos de R$ 3,4 bilhões na planta de Santa Cruz permitirão quintuplicar a capacidade de produção de vacinas no País.

O ministro destacou ainda o repasse de R$ 5,7 bilhões em recursos extras para Estados e municípios, além de R$ 4,7 bilhões para custear 25 mil leitos de UTI, bem como testes, medicamentos para intubação e ventiladores pulmonares. "Conforme avançamos, sabemos que os desafios se tornam ainda mais complexos, com as possíveis mutações do novo coronavírus", afirmou.

Queiroga disse que o País pode se orgulhar do sucesso da campanha de vacinação. Segundo ele, o Brasil está em quarto lugar no ranking mundial de pessoas que tomaram a primeira dose, e o quinto quando se leva em conta a imunização completa.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;