Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Joilson sugere punição a deputados petistas

Vereador questiona se diretório irá penalizar parlamentares por votarem em tucano na Assembleia


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

25/03/2021 | 00:45


Depois de receber punição do PT de São Bernardo por ter votado em candidato do PSDB para presidir a Câmara local, o vereador Joilson Santos (PT) cobrou que espera que o diretório municipal também enquadre os deputados estaduais – com domicílio eleitoral em São Bernardo – Luiz Fernando Teixeira (PT) e Teonilio Barba (PT) por apoiarem um tucano para presidir a Assembleia Legislativa.

Segundo Joilson, os dois parlamentares petistas deveriam, assim como ele recebeu sanção por dar suporte a um tucano para presidir o Legislativo de São Bernardo, ser acionados por votar no deputado Carlão Pignatari (PSDB) para o comando do Parlamento paulista. “Quero ver qual será a posição do diretório municipal do PT de São Bernardo em relação aos dois deputados do PT da cidade, que votaram em um deputado do PSDB. Eu fui punido e gostaria de saber se eles também receberão punição”, declarou Joilson.

O vereador petista recebeu castigo do PT municipal por ter votado na chapa encabeçada por Estevão Camolesi (PSDB) para a presidência da casa. Ele ignorou, na ocasião, a candidatura da colega de bancada Ana Nice (PT) e decidiu aderir plano do tucano. O movimento irritou os petistas locais, que representaram Joilson à sigla. Apesar de ter sido repreendido, o vereador conseguiu suspender a reprimenda por meio de liminar.

Na Assembleia, por sua vez, PT e PSDB selam aliança na eleição da mesa diretora há cerca de 25 anos. A situação já é tratada como tradição entre os próprios pares. A justificativa é que essa abertura se dá para que maior número de partidos faça parte da composição, respeitando a representatividade das bancadas. Nos próximos dois anos, Luiz Fernando será o primeiro secretário da Assembleia, enquanto Carlão vai comandar o Legislativo. Luiz Fernando alega que a situação é conhecida do diretório estadual, presidido por Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo.

Presidente do PT de São Bernardo, Cleiton Coutinho avaliou que a situação do PT na Assembleia envolve questões estaduais da legenda. “Isso ocorre em outras esferas de articulação política”, defendeu.

SANTO ANDRÉ
Já o vereador Eduardo Leite (PT), de Santo André, que foi repreendido pelo partido após enaltecer pontos da gestão do prefeito Paulo Serra (PSDB) e integrar a mesa com tucano na presidência, reiterou seu posicionamento em nota enviada ao partido no dia 12.

“Acredito que alguns dirigentes fizeram cavalo de batalha com algo que não precisava. Mas reitero que temos que contribuir com quem vem acertando nas medidas de enfrentamento à pandemia”, disse, a respeito das declarações. Procurado, o presidente do PT andreense, Antônio Padre, não respondeu aos contatos.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;