Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Oposiçao iugoslava defende atos de desobediência civil


Do Diário do Grande ABC

02/10/2000 | 00:31


O futuro da oposiçao na Iugoslávia está subordinado ao êxito da campanha de desobediência civil conclamada na última segunda-feira, e ao reforço da pressao internacional para conseguir um poder que, ainda que esteja fraquejando, nao disse sua última palavra até agora.

A paralisaçao das instituiçoes da Sérvia deve ser "total", afirmou um membro da Oposiçao democrática da Sérvia (DOS), Vuk Obradovic.

A mobilizaçao começou no dia 23 de setembro em todo país: greves em várias fábricas, bloqueio de estradas, passeatas estudantis, protestos de jornalistas contra a censura nos meios de comunicaçao oficiais, muitas reunioes, mas tudo sem uma coordenaçao nacional.

Os jovens serao hoje os protagonistas dos protestos na Sérvia, pois sao a maioria na DOS, já que esta organizaçao tem forte presença entre o movimento estudantil. A ascençao da oposiçao na Iugoslávia começou durante a campanha eleitoral e conheceu seu apogeu com o êxito de seu candidato, Vojislav Kostunica, na eleiçao presidencial de 24 de setembro, contra Milosevic.

A Comissao eleitoral federal, composta essencialmente por membros nomeados pelo regime, confirmou o amplo avanço de Kostunica sobre seu candidato (48,96% contra 38,62%), o que deveria assegurar a vitória definitiva da oposiçao no início do segundo turno, previsto para 8 de outubro.

Contudo, os dois candidatos se enfrentam agora em uma batalha de números, na qual Kostunica pede por uma nova recontagem dos votos com a participaçao da comunidade internacional, e Milosevic nao aceita, se amparando na decisao da comissao eleitoral.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;