Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Rio Fashion Week aposta no brilho


Ana Lúcia Moraes
Enviada ao Rio

27/06/2004 | 19:11


A moda da primavera/verão 2004/2005 aportou nas passarelas cariocas nesse fim de semana no Mam (Museu de Arte Moderna) da capital fluminense. E, se depender de alguns dos estilistas que já se apresentaram no Fashion Rio, a próxima temporada de calor terá muito brilho.

O item, seja em bordados, paetês ou mesmo em tecidos que lembram lurex, foi uma das grandes vedetes dos desfiles do último sábado. A grife Colcci – que tem loja no Grande ABC – apostou muito em peças de jeans bordados tanto para elas como para eles. As sobreposições de calças corsário com vestidos ou as saias de tecido fluido em camadas também merecem destaque. A modelo andreense Raquel Lieven desfilou para a Colcci usando minissaia estampada com colete na cor terra e sandálias plataforma vermelhas.

Apliques e bordados de brilho também foram destaque de Patricia Viera, que apresentou peças de chamois, com acabamentos manuais, estampas e plissês. A grife carioca Santa Efhigênia, de Luciano Canale e Marco Maia, trabalhou o tema Sereias de Paquetá para criar peças com formas sinuosas e cinturas marcadas. As cores da coleção são branco, palha, verde-bandeira, azul royal e vermelho, e os tecidos: linho, algodão, piquê, atoalhados e palha. A estilista baiana Márcia Ganem apostou numa cartela de cores inspirada na bandeira do Brasil e no artesanato .

O desfile de moda praia da grife Salinas foi um dos mais bonito. A estilista Jacqueline De Biase mostrou uma mistura de estampas numa mesma peça e incorporou o brilho em algumas criações.

Primeira-dama – O estilista paulista Walter Rodrigues, na edição carioca pela segunda vez, apresentou uma coleção inspirada na sensualidade do povo carioca e no folclore dos povos indianos e africanos. Nas passarelas, exibiu peças de tecidos fluidos, rendas exclusivas e estampas florais e geométricas.

Rodrigues, que também participou do São Paulo Fashion Week – e assinou a roupa usada pela primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva –, explicou o motivo de não ter costurado mais para ela. “Na realidade existem umas regras muito fortes dentro do esquema da Presidência para a primeira-dama. Eles não têm data correta se ela irá ou não viagem. E uma roupa minha, como é feita sob medida, para ficar pronta do jeito que eu quero precisa de 45 dias. Eu não aceito nenhum pedido de cinco dias. Então, isso impossibilita qualquer coisa”, afirmou.

A jornalista viajou a convite da organização do Fashion Rio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rio Fashion Week aposta no brilho

Ana Lúcia Moraes
Enviada ao Rio

27/06/2004 | 19:11


A moda da primavera/verão 2004/2005 aportou nas passarelas cariocas nesse fim de semana no Mam (Museu de Arte Moderna) da capital fluminense. E, se depender de alguns dos estilistas que já se apresentaram no Fashion Rio, a próxima temporada de calor terá muito brilho.

O item, seja em bordados, paetês ou mesmo em tecidos que lembram lurex, foi uma das grandes vedetes dos desfiles do último sábado. A grife Colcci – que tem loja no Grande ABC – apostou muito em peças de jeans bordados tanto para elas como para eles. As sobreposições de calças corsário com vestidos ou as saias de tecido fluido em camadas também merecem destaque. A modelo andreense Raquel Lieven desfilou para a Colcci usando minissaia estampada com colete na cor terra e sandálias plataforma vermelhas.

Apliques e bordados de brilho também foram destaque de Patricia Viera, que apresentou peças de chamois, com acabamentos manuais, estampas e plissês. A grife carioca Santa Efhigênia, de Luciano Canale e Marco Maia, trabalhou o tema Sereias de Paquetá para criar peças com formas sinuosas e cinturas marcadas. As cores da coleção são branco, palha, verde-bandeira, azul royal e vermelho, e os tecidos: linho, algodão, piquê, atoalhados e palha. A estilista baiana Márcia Ganem apostou numa cartela de cores inspirada na bandeira do Brasil e no artesanato .

O desfile de moda praia da grife Salinas foi um dos mais bonito. A estilista Jacqueline De Biase mostrou uma mistura de estampas numa mesma peça e incorporou o brilho em algumas criações.

Primeira-dama – O estilista paulista Walter Rodrigues, na edição carioca pela segunda vez, apresentou uma coleção inspirada na sensualidade do povo carioca e no folclore dos povos indianos e africanos. Nas passarelas, exibiu peças de tecidos fluidos, rendas exclusivas e estampas florais e geométricas.

Rodrigues, que também participou do São Paulo Fashion Week – e assinou a roupa usada pela primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva –, explicou o motivo de não ter costurado mais para ela. “Na realidade existem umas regras muito fortes dentro do esquema da Presidência para a primeira-dama. Eles não têm data correta se ela irá ou não viagem. E uma roupa minha, como é feita sob medida, para ficar pronta do jeito que eu quero precisa de 45 dias. Eu não aceito nenhum pedido de cinco dias. Então, isso impossibilita qualquer coisa”, afirmou.

A jornalista viajou a convite da organização do Fashion Rio.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;