Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Duas pessoas morrem em noite violenta no Rio


Do Diário do Grande ABC

17/04/1999 | 14:23


Em menos de 24 horas duas pessoas morreram, entre elas uma grávida de 17 anos, e nove ficaram feridas na noite de ontem e madrugada de hoje, vítimas de bala perdida, em assaltos e confrontos entre traficantes e policiais militares em diversos pontos da cidade. Cláudia Gomes Batista, grávida de oito meses, foi baleada no morro da Fazendinha, em Inhaúma, zona norte, durante um tiroteio entre policiais militares e traficantes. Ela foi levada para um posto médico em Del Castilho, mas nao resistiu aos ferimentos e morreu ontem à noite.

O taxista Aureliano Corrêa, 49 anos, foi assassinado em Botafogo, zona sul, por passageiros que o assaltaram por volta das 22h de sexta-feira. Atingido na cabeça por uma bala, ele morreu hoje cedo no Hospital Miguel Couto. No bairro Rocha, zona norte, cinco homens assaltaram um bar na noite de ontem e mataram Valdir Alves.

Na saída de um jogo de basquete entre Flamengo e Vasco no Maracananzinho, zona norte, um homem nao identificado que estava em um kadett branco disparou vários tiros para fora do carro ferindo quatro pessoas: Andrik Meira Araújo, 22 anos, Elson Novaes, 20 anos, Lindomar Péricles dos Santos, 48 anos, e um homem ainda nao identificado.

Durante um pagode, em um bar na Cidade de Deus, zona oeste da cidade, cinco pessoas foram baleadas durante um confronto entre PMs e traficantes. Cláudia Machado dos Santos, 23 anos, Vinícius Bispo de Carvalho, 23 anos, Michel Marinha Fernandes, 27 anos, Rogéria Aparecida, 32 anos e Kátia Cristina Rodrigues de Limas, 24 anos, foram levadas para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, e passam bem.

Segundo o comandante do 18º Batalhao da Polícia Militar, Ronaldo Teixeira do Couto, houve tumulto quando oito pessoas que vendiam cocaína em frente ao local atiraram contra uma patrulha do 18º BPM.

Praia - O corpo de Cláudio Luiz de Castro, 47 anos, foi encontrado na praia de Copacabana, na manha de hoje. Segundo relatos dos bombeiros, que encontraram o corpo, ele estava bebendo em um quiosque da praia e morreu afogado quando foi dar um mergulho no mar. Um policial da 13ª Delegacia de Polícia disse que Castro pode ter tido um ataque cardíaco quando estava na água.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;