Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Luxemburgo critica violência australiana


Do Diário do Grande ABC

15/11/1999 | 16:26


O técnico da seleçao brasileira, Wanderley Luxemburgo, ficou preocupado com as faltas violentas realizadas pelos australianos no amistoso de domingo - quando sua equipe sub-23 venceu o rival por 2 a 0. O treinador pediu maior rigor dos árbitros na próxima partida, que será disputada na manha de quarta-feira em Melbourne. O clima ficou ainda mais tenso nas últimas horas depois que Luxemburgo e o técnico da Austrália, Frank Farina, trocaram acusaçoes pela imprensa.

O brasileiro disse que está indignado com o jogo violento do rival, enquanto Farina respondeu que os jogadores brasileiros "fingem demais". Luxemburgo afirmou que muitos jogadores poderiam ter saído de campo com contusoes graves. "Um australiano deu uma cabeçada no Marcos Paulo e o juiz deu apenas uma falta", lembrou Luxemburgo. "É intolerável".

O lateral-esquerdo Dedê foi vítima de uma destas jogadas "mais duras" criticadas por Luxemburgo. O brasileiro sofreu uma contusao no joelho e foi obrigado a voltar imediatamente para Alemanha, onde iniciará tratamento com os médicos do Borussia Dortmund. "Infelizmente, este tipo de coisas acontecem no futebol", disse Farina. "Nosso jogador chegou tarde na bola e acabou acertando o brasileiro. Vou pedir para meus atletas que nao entrem com tudo nas jogadas divididas".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;