Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians ganha de virada na reestréia de Oswaldo


Do Diário OnLine

27/02/2004 | 00:06


Uma vitória bem 'à corintiana' marcou a volta do técnico Oswaldo de Oliveira ao comando do alvinegro paulistano. Após sair perdendo por 2 a 0 para o Juventus, o Corinthians virou para 3 a 2 e garantiu três pontos importantes no Pacaembu, nesta quinta-feira à noite, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista. Depois de visitar a zona de rebaixamento por duas rodadas, o Corinthians subiu a 8 pontos e voltou à zona de classificação (4º lugar). Derrotado pela quarta vez no Paulistão, o Moleque Travesso segue com 6 pontos (7º lugar).

Mesmo com novo comando técnico, o Corinthians repetiu as deficiências que vêm levando a uma campanha instável na temporada 2004. Melhor em campo, o Juventus vencia por 2 a 0 (gols de Wellington Paulista) até sofrer com uma marcação duvidosa do árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Ele marcou um pênalti inexistente de Itabuna em Gil e ainda expulsou o zagueiro do Juventus. Foi o estopim para a virada corintiana no Pacaembu.

"Você me tirou o jogo. Você vai ver na TV. Não foi pênalti e o Itabuna não merecia ser expulso", protestou o técnico Roberto Brida, falando diretamente ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira após a partida.

A volta de Oswaldo ao comando do Corinthians não foi nada fácil. Sem importantes titulares (Rincón, Rogério, Rodrigo, Marcelo Ramos e Fabinho), o Timão sofreu até se encontrar na partida. Os jovens Coelho e Wilson, além do estreante Edson Araújo, tiveram de mostrar superação para garantir a vitória corintiana no Pacaembu.

Logo aos 11, Wellington Paulista superou a defesa alvinegra e tocou na saída de Fábio Costa, fazendo 1 a 0. Atordoado pelo golpe e sem boas opções ofensivas, o Corinthians sofreu em todo o primeiro tempo e teve de ouvir vaias das arquibancadas. Adrianinho e Régis Pitbull, meros figurantes em campo, eram retratos fiéis da má fase.

O segundo tempo chegou e as coisas pareciam não melhorar para o Timão. Aos 6, Wellington Paulista recebeu de Itabuna e ampliou para 2 a 0.

Oswaldo percebeu a deficiência ofensiva do Corinthians e trocou Régis Pitbull por Edson Araújo. O time melhorou e passou a pressionar. O prêmio saiu aos 22, quando Gil caiu na área e o árbitro apontou pênalti. Coelho cobrou e diminuiu para 2 a 1. Empolgado pelo gol e beneficiado pela vantagem numérica, o Timão correu atrás do resultado.

O empate saiu aos 37. Fabrício soltou o pé de fora da área e o goleiro Fernando deu rebote. Wilson, substituto do meia Samir, pegou a sobra e tocou para a rede. O Corinthians virou o placar dois minutos mais tarde, com Coelho aproveitando a sobra em boa jogada de Edson Araújo na área.

"O Corinthians é fantástico. Ressurge das cinzas e consegue uma vitória como esta", comemorou Oswaldo. "Vamos lá. Ainda temos muito a fazer", admitiu o novo comandante.

O próximo compromisso do Timão no Paulista será contra a Ponte Preta, domingo (16h), no Moisés Lucarelli (Campinas). No mesmo dia e na mesma hora, o Juventus enfrenta a Portuguesa, no Canindé.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians ganha de virada na reestréia de Oswaldo

Do Diário OnLine

27/02/2004 | 00:06


Uma vitória bem 'à corintiana' marcou a volta do técnico Oswaldo de Oliveira ao comando do alvinegro paulistano. Após sair perdendo por 2 a 0 para o Juventus, o Corinthians virou para 3 a 2 e garantiu três pontos importantes no Pacaembu, nesta quinta-feira à noite, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista. Depois de visitar a zona de rebaixamento por duas rodadas, o Corinthians subiu a 8 pontos e voltou à zona de classificação (4º lugar). Derrotado pela quarta vez no Paulistão, o Moleque Travesso segue com 6 pontos (7º lugar).

Mesmo com novo comando técnico, o Corinthians repetiu as deficiências que vêm levando a uma campanha instável na temporada 2004. Melhor em campo, o Juventus vencia por 2 a 0 (gols de Wellington Paulista) até sofrer com uma marcação duvidosa do árbitro Luiz Flávio de Oliveira. Ele marcou um pênalti inexistente de Itabuna em Gil e ainda expulsou o zagueiro do Juventus. Foi o estopim para a virada corintiana no Pacaembu.

"Você me tirou o jogo. Você vai ver na TV. Não foi pênalti e o Itabuna não merecia ser expulso", protestou o técnico Roberto Brida, falando diretamente ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira após a partida.

A volta de Oswaldo ao comando do Corinthians não foi nada fácil. Sem importantes titulares (Rincón, Rogério, Rodrigo, Marcelo Ramos e Fabinho), o Timão sofreu até se encontrar na partida. Os jovens Coelho e Wilson, além do estreante Edson Araújo, tiveram de mostrar superação para garantir a vitória corintiana no Pacaembu.

Logo aos 11, Wellington Paulista superou a defesa alvinegra e tocou na saída de Fábio Costa, fazendo 1 a 0. Atordoado pelo golpe e sem boas opções ofensivas, o Corinthians sofreu em todo o primeiro tempo e teve de ouvir vaias das arquibancadas. Adrianinho e Régis Pitbull, meros figurantes em campo, eram retratos fiéis da má fase.

O segundo tempo chegou e as coisas pareciam não melhorar para o Timão. Aos 6, Wellington Paulista recebeu de Itabuna e ampliou para 2 a 0.

Oswaldo percebeu a deficiência ofensiva do Corinthians e trocou Régis Pitbull por Edson Araújo. O time melhorou e passou a pressionar. O prêmio saiu aos 22, quando Gil caiu na área e o árbitro apontou pênalti. Coelho cobrou e diminuiu para 2 a 1. Empolgado pelo gol e beneficiado pela vantagem numérica, o Timão correu atrás do resultado.

O empate saiu aos 37. Fabrício soltou o pé de fora da área e o goleiro Fernando deu rebote. Wilson, substituto do meia Samir, pegou a sobra e tocou para a rede. O Corinthians virou o placar dois minutos mais tarde, com Coelho aproveitando a sobra em boa jogada de Edson Araújo na área.

"O Corinthians é fantástico. Ressurge das cinzas e consegue uma vitória como esta", comemorou Oswaldo. "Vamos lá. Ainda temos muito a fazer", admitiu o novo comandante.

O próximo compromisso do Timão no Paulista será contra a Ponte Preta, domingo (16h), no Moisés Lucarelli (Campinas). No mesmo dia e na mesma hora, o Juventus enfrenta a Portuguesa, no Canindé.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;