Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

O 'X' da questão


Do Diário do Grande ABC

17/09/2021 | 00:01


Uma das funções do jornalismo sério é jogar luz sobre os fatos. Existem questões que muitas vezes passam despercebidas pelo simples fato de terem se tornado corriqueiras. Com isso, ficam quase invisíveis. Precisam de olhar mais apurado para que eventuais falhas possam ser detectadas. Outras, por estarem revestidas pelo verniz da sofisticação, mesmo que efetivamente não correspondam às expectativas ou não entreguem o que se propõem, quase ninguém se atreve a questionar a sua efetiva qualidade. 

São Caetano é um caso que consegue reunir as duas situações. Por anos a cidade tornou-se conhecida nacionalmente por possuir qualidades inegáveis, como o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do País, ter 100% do território com água e esgoto, ruas asfaltadas e escolas de qualidade. Um primor!

É inegável que o município possui nuances que o diferenciam positivamente de seus vizinhos do Grande ABC e mesmo da maioria das localidades brasileiras. Mas isso não é motivo para que seus dirigentes – sejam efetivos ou interinos – se achem acima do bem e do mal. 

Se imperfeições existem, elas precisam ser sanadas com a máxima urgência, bem como as causas de tais ocorrências têm de ser explicadas nos mínimos detalhes aos cidadãos pagadores de impostos. 

E este é o ‘X’ da questão. Nos últimos dias, este Diário tem revelado que nem tudo vai bem na cúpula são-caetanense. E isso incomoda a ponto de indagações pertinentes feitas pela equipe de reportagem ficarem sem resposta objetiva da administração municipal. Mesmo a cidade possuindo uma Subsecretaria de Comunicação, cujo titular, Fernando Scarmelloti, recebe R$ 18 mil mensais para ‘comunicar’ fatos e elucidar dúvidas.

Quando um jornalista faz inquirição sobre algo, não é para proveito próprio ou satisfação pessoal. É sim para levar aos moradores dados que eles jamais teriam condições de perguntar diretamente aos envolvidos. É simples. Só não entende quem não quer ser claro ou tem algo a esconder.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;