Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Flamengo coloca sua crise em jogo diante do Vasco



07/04/2012 | 07:15


O clima está fervendo no Flamengo. Em meio aos rumores sobre uma possível saída de Ronaldinho Gaúcho, a presidente do clube, Patrícia Amorim, chamou o elenco para uma conversa reservada, sem a participação do técnico Joel Santana, na véspera do clássico com o Vasco, que será disputado neste sábado, a partir das 18h30, no Engenhão.

O clássico válido pela Taça Rio pode, inclusive, selar a demissão de Joel Santana. Enquanto isso, Ronaldinho Gaúcho deve permanecer pelo menos até a definição da vaga na Libertadores, o que pode acontecer já na próxima quinta-feira.

Com duras palavras, Patrícia Amorim exigiu comprometimento dos jogadores com o clube e a torcida, além de reforçar que a folha salarial gira em torno dos R$ 7 milhões. Mesmo com o alto investimento no elenco, o Flamengo ocupa a lanterna do Grupo 2 da Libertadores, atrás de Lanús, Olimpia e Emelec.

"Estamos prontos para resolver essa situação. Não existe apenas um culpado, mas, sim, todo o grupo. Temos um compromisso com a torcida de mudar essa situação", disse o atacante Deivid, prometendo reação flamenguista já a partir do clássico deste sábado. "É fundamental vencermos o clássico. A situação já está ruim. E se a gente não ganhar, vai ficar muito difícil", completou o goleiro Felipe.

Enquanto isso, o Vasco navega em águas serenas. O time está classificado antecipadamente na Libertadores e luta pela liderança do Grupo 5 da Taça Rio, o que lhe daria vaga nas semifinais do segundo turno do Campeonato Carioca.

A única preocupação vascaína é com o desgaste dos jogadores. O zagueiro Dedé, por exemplo, vai ficar no estaleiro pelo menos por três semanas, após sofrer um edema ósseo na perna esquerda. Ele não atua contra o Flamengo neste sábado e pode perder até a final da Taça Rio, se o Vasco lá chegar.

Mesmo com o risco de novas lesões, o técnico Cristóvão Borges pretende jogar neste sábado com todos os titulares que apresentarem boas condições. "Lógico que há jogadores que se desgastam mais. Levamos tudo isso em consideração. O jogo é importante pela possibilidade de classificação e por se tratar de um clássico. Contra o Nacional (quinta-feira, pela Libertadores) vai ser da mesma forma, apesar de já termos a vaga", disse o comandante vascaíno.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;