Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Aidan desqualifica
sabatina da Acisa

Postulante à reeleição em Santo André, petebista falta
em entrevista sob alegação de que entidade é partidária


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/09/2012 | 07:01


Prefeito de Santo André e candidato à reeleição, Aidan Ravin (PTB) não compareceu ontem à sabatina da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) e desqualificou o ciclo de entrevistas. Na justificativa, apresentada na véspera, a coordenação de campanha do petebista alegou que o prefeito não participou do ato por entender que a entidade "deixou de ser e de ter ambiente neutro e apartidário, comprometida que está diretamente com o processo eleitoral".

Apesar da crítica, Aidan sugeriu que, caso haja interesse de alguém em conhecer as propostas governistas, o grupo fica à disposição no comitê para tirar eventuais dúvidas e questionamentos. O prefeito é o primeiro a usar esse tipo de argumento e a ausentar-se do ato.

Os candidatos Raimundo Salles (PDT), Marcelo Reina (Psol), Alexandre Flaquer (PRTB) e Nilson Bonome (PMDB) já utilizaram o espaço para divulgar o plano de governo. Resta apenas a agenda do prefeiturável Carlos Grana (PT), atividade marcada para a próxima semana.

Mesmo sem citar, Aidan baseia a afirmação no fato de, até junho, Oswana Fameli ocupar o posto de vice-presidente da Acisa. Filiada ao PRP, na ocasião, ela foi escolhida para formar a dobrada na chapa com o deputado estadual Carlos Grana, candidato à sucessão do petebista. Em contrapartida, segundo a entidade, ao fechar o acordo com o PT, Oswana pediu formalmente licença do cargo para disputar o pleito.

A Acisa expressou repúdio à postura do prefeito com total indignação à sua ausência, considerando que a justificativa desrespeita a entidade, de 75 anos, seus diretores e, principalmente, os 4.000 associados. "Prova de sua neutralidade foi a criação da sabatina com a finalidade de discutir propostas com os seis candidatos que visem a melhoria da cidade", diz a nota.

O presidente da Acisa, Evenson Dotto, caracterizou a atitude de Aidan de absurda e incompreensível. O prefeito se esqueceu, segundo ele, que a entidade não é pessoa, por isso, sempre será neutra, sem adotar lado. "Série de associados foi ouvir suas propostas, com igualdade de condições na apresentação. Não há relação com partidos. Tanto que, no momento, quatro estão afastados em campanha e, cada qual, em legendas distintas."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aidan desqualifica
sabatina da Acisa

Postulante à reeleição em Santo André, petebista falta
em entrevista sob alegação de que entidade é partidária

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/09/2012 | 07:01


Prefeito de Santo André e candidato à reeleição, Aidan Ravin (PTB) não compareceu ontem à sabatina da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) e desqualificou o ciclo de entrevistas. Na justificativa, apresentada na véspera, a coordenação de campanha do petebista alegou que o prefeito não participou do ato por entender que a entidade "deixou de ser e de ter ambiente neutro e apartidário, comprometida que está diretamente com o processo eleitoral".

Apesar da crítica, Aidan sugeriu que, caso haja interesse de alguém em conhecer as propostas governistas, o grupo fica à disposição no comitê para tirar eventuais dúvidas e questionamentos. O prefeito é o primeiro a usar esse tipo de argumento e a ausentar-se do ato.

Os candidatos Raimundo Salles (PDT), Marcelo Reina (Psol), Alexandre Flaquer (PRTB) e Nilson Bonome (PMDB) já utilizaram o espaço para divulgar o plano de governo. Resta apenas a agenda do prefeiturável Carlos Grana (PT), atividade marcada para a próxima semana.

Mesmo sem citar, Aidan baseia a afirmação no fato de, até junho, Oswana Fameli ocupar o posto de vice-presidente da Acisa. Filiada ao PRP, na ocasião, ela foi escolhida para formar a dobrada na chapa com o deputado estadual Carlos Grana, candidato à sucessão do petebista. Em contrapartida, segundo a entidade, ao fechar o acordo com o PT, Oswana pediu formalmente licença do cargo para disputar o pleito.

A Acisa expressou repúdio à postura do prefeito com total indignação à sua ausência, considerando que a justificativa desrespeita a entidade, de 75 anos, seus diretores e, principalmente, os 4.000 associados. "Prova de sua neutralidade foi a criação da sabatina com a finalidade de discutir propostas com os seis candidatos que visem a melhoria da cidade", diz a nota.

O presidente da Acisa, Evenson Dotto, caracterizou a atitude de Aidan de absurda e incompreensível. O prefeito se esqueceu, segundo ele, que a entidade não é pessoa, por isso, sempre será neutra, sem adotar lado. "Série de associados foi ouvir suas propostas, com igualdade de condições na apresentação. Não há relação com partidos. Tanto que, no momento, quatro estão afastados em campanha e, cada qual, em legendas distintas."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;