Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Conselho da UFABC agenda retorno das aulas para 2ª


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

13/09/2012 | 07:00


O Consepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) decidiu, em reunião ontem, que o retorno das aulas na UFABC (Universidade Federal do ABC) será na segunda-feira. A volta dos estudantes à instituição de ensino se dá uma semana após encerramento da greve dos 5.000 docentes, que durou 94 dias.

Conforme explica a presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Josiane Oliveira, o segundo quadrimestre de 2012 foi zerado e será reiniciado na próxima semana. "Chegamos à conclusão de que ninguém lembra mais do conteúdo passado na semana de aula antes da greve e que o melhor é zerar", explica.

Professores, estudantes e técnicos administrativos também já começaram a tratar do calendário de reposição do quadrimestre perdido devido à mobilização nacional. "Ainda não há consenso entre essas propostas e acredito que seja uma discussão que deve demorar até três semanas", destaca Josiane.

Estão sendo levadas em conta duas linhas de reposição das aulas. A primeira opção propõe reposição linear, ou seja, com aulas mantidas nas férias e fins de semana. Já a outra proposta considera linha de créditos, na qual os estudantes optam pelas matérias perdidas em cursos de verão em janeiro e durante o período normal, à tarde e aos sábados.

CONTEXTO

Da mesma forma que ocorreu em 14 das 59 instituições de Ensino Superior do País, o fim da paralisação dos docentes leva em conta o fato de o governo ter encaminhado ao Senado projeto de lei com a última proposta apresentada à categoria, com oferta de aumento entre 25% e 40% até 2015. O acordo foi assinado apenas com o Proifes (Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior), que representa sete instituições.

SERVIDORES

Os 566 técnicos administrativos da UFABC voltaram ao trabalho no dia 3. Os servidores ainda cobram da reitoria redução da jornada de trabalho para 30 horas e melhorias das condições de trabalho. Para isso, acordaram realização de reuniões para tratar dessas questões internas.

O acordo assinado pela Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras) com o governo leva em conta reajuste de 15,8% dividido em três anos.

UNIFESP

Na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) os docentes votaram pela continuidade da paralisação, que já dura 119 dias, com indicativo ao Andes para que a greve seja suspensa no dia 17. Mais uma assembleia foi agendada para amanhã.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Conselho da UFABC agenda retorno das aulas para 2ª

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

13/09/2012 | 07:00


O Consepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) decidiu, em reunião ontem, que o retorno das aulas na UFABC (Universidade Federal do ABC) será na segunda-feira. A volta dos estudantes à instituição de ensino se dá uma semana após encerramento da greve dos 5.000 docentes, que durou 94 dias.

Conforme explica a presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Josiane Oliveira, o segundo quadrimestre de 2012 foi zerado e será reiniciado na próxima semana. "Chegamos à conclusão de que ninguém lembra mais do conteúdo passado na semana de aula antes da greve e que o melhor é zerar", explica.

Professores, estudantes e técnicos administrativos também já começaram a tratar do calendário de reposição do quadrimestre perdido devido à mobilização nacional. "Ainda não há consenso entre essas propostas e acredito que seja uma discussão que deve demorar até três semanas", destaca Josiane.

Estão sendo levadas em conta duas linhas de reposição das aulas. A primeira opção propõe reposição linear, ou seja, com aulas mantidas nas férias e fins de semana. Já a outra proposta considera linha de créditos, na qual os estudantes optam pelas matérias perdidas em cursos de verão em janeiro e durante o período normal, à tarde e aos sábados.

CONTEXTO

Da mesma forma que ocorreu em 14 das 59 instituições de Ensino Superior do País, o fim da paralisação dos docentes leva em conta o fato de o governo ter encaminhado ao Senado projeto de lei com a última proposta apresentada à categoria, com oferta de aumento entre 25% e 40% até 2015. O acordo foi assinado apenas com o Proifes (Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior), que representa sete instituições.

SERVIDORES

Os 566 técnicos administrativos da UFABC voltaram ao trabalho no dia 3. Os servidores ainda cobram da reitoria redução da jornada de trabalho para 30 horas e melhorias das condições de trabalho. Para isso, acordaram realização de reuniões para tratar dessas questões internas.

O acordo assinado pela Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras) com o governo leva em conta reajuste de 15,8% dividido em três anos.

UNIFESP

Na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) os docentes votaram pela continuidade da paralisação, que já dura 119 dias, com indicativo ao Andes para que a greve seja suspensa no dia 17. Mais uma assembleia foi agendada para amanhã.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;