Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Opções culturais para quem dispensa a folia


Alessandro Soares
e Daniel Gutierrez
Especial para o Diário

26/02/2006 | 08:48


Já é Carnaval e, até a Quarta-feira de Cinzas, festa e folia de norte a sul. Para quem não viajou neste feriadão prolongado a um refúgio pacato, e também não suporta o reinado de Momo, há alternativas na programação cultural. São shows, peças teatrais, exposições e bons filmes nas salas de cinema. Quem quiser ficar em casa, mas não torce por nenhuma agremiação sambista, pode curtir um ou mais filmes em DVD e desligar os desfiles.

Show – O Sesc Pinheiros preparou uma alternativa para amantes de rock e blues alérgicos a serpentinas e confetes. Carnaval na Contramão apresenta neste domingo, a partir das 16h, Marcelo Naves e os Maquinistas do Blues com clássicos inspirados nos grandes mestres de Chicago e do Blues Swing da Califórnia. A banda apresentará composições próprias como Naves Song e Minha Gaita É meu Patrão e clássicos de Ray Charles. Na segunda-feira, às 16h, é a vez do conjunto paulistano Adriano Grineberg Quartet apresentar seu blues no palco do Sesc. Na terça, também às 16h, Big Chico pede passagem para lançar o CD Big Chico – 10 Anos de Blues, com uma mistura do blues tradicional, jump blues e soul. Todos os shows têm entrada gratuita.

Teatro – Entre as melhores peças em cartaz está Esperando Godot, do diretor mineiro Gabriel Vilela, opção no Espaço Subsolo do Sesc Belenzinho, em São Paulo. A nova montagem é uma homenagem aos 100 anos de nascimento do escritor irlandês Samuel Beckett (1906-1989). Escrito originalmente em francês em 1948, o clássico da dramaturgia mundial mistura niilismo, comédia e humor fino com Bete Coelho, Magali Biff, Lavínia Pannunzio e Vera Zimmermann interpretando clowns masculinos. A peça é inspirada na devastação da natureza e a montagem remete às florestas queimadas e rios secos para ambientar o espetáculo.

Outra pedida neste feriadão é A Construção, uma adaptação de Wilson Julião e Luiz Nunes para o conto de Franz Kafka, em cartaz no Centro Cultural São Paulo. Julião apresenta o monólogo na pele de um estranho animal que prefere isolar-se do mundo em sua toca.

Exposições – Primeira exposição do gênero no Brasil, Safety Nest/ O Ninho Seguro tem 17 instalações de 12 designers vindos de nove países, incluindo brasileiros convidados. A mostra está no Sesc Pinheiros até dia 30 de abril e virá para o Sesc Santo André a partir do dia 15 de março. As obras refletem a obsessão e o imaginário individual na busca pela segurança e proteção no cotidiano. Invocação nada mais atual da paranóia na vida nas grandes cidades.

Manifestações populares, sertão e artesanato são alguns dos temas da exposição do fotógrafo e etnólogo francês Pierre Verger (1902-1996) no MAM em São Paulo, de terça a domingo. São fotos inéditas da época que Verger viveu em Salvador.

Cinema – Antes de falar dos filmes do Oscar que já entraram em cartaz, a pré-estréia da semana é O Matador. Oportunidade para conferir se Pierce Brosnan dá conta do recado como um feroz matador ou se fez mal em abandonar a carreira como 007. Fica em exibição neste feriadão. Se você prefere um programa em família, os desenhos animados em cartaz são a opção para a garotada, afinal Carnaval também é animação. Deixe a Xuxa, que a garotada vê todo dia na TV, e experimente A Terra Encantada de Gaya. Ou, se a meninada for um pouco mais crescida, Wallace & Gromit – A Batalha dos Vegetais. Os dois com cópias dubladas na região.

Agora o Oscar. Esta é a última semana para conferir em qual filme você apostaria suas fichas, já que o prêmio sairá no próximo domingo. Vários filmes com indicações estão em cartaz, e os cinco candidatos a melhor filme também. Mas atenção, porque Capote e Boa Noite, e Boa Sorte só estão no circuito paulistano. O Segredo de Brokeback Mountain, favorito, Crash – No Limite e Munique estão nas salas da região. Saindo do circuitão comercial, que tal conhecer os filmes estrangeiros que concorrem ao Oscar? O palestino Paradise Now é o favorito, e esta semana estreou o alemão Uma Mulher Contra Hitler, sobre a única mulher que resistiu ao nazismo na Alemanha dentro do movimento Rosa Branca. Ambos em São Paulo.

DVD – Ficar em casa também é uma opção, já que a obrigação em cair na folia não é um imperativo. Para não ficar grudado nos desfiles na TV, use o aparelho para ver os lançamentos em DVD. Se você gostou do par Antonio Banderas e Catherine Zeta-Jones em A Máscara do Zorro, eles repetem a dose em A Lenda do Zorro. O personagem, aliás, inspirou uma popular fantasia carnavalesca entre crianças e adultos. O mercado negro de armas é o tema de O Senhor das Armas, com Nicolas Cage como um contrabandista internacional que abastece traficantes e guerrilheiros. Os Irmãos Grimm é um despretensioso passatempo que coloca os escritores de contos infantis convivendo com seus personagens. E para não dizer que esta matéria não traz as belas mulheres que a TV mostra no Carnaval, a aventura tem a deslumbrante Mônica Belucci como Rainha dos Espelhos. Nada mais momesco. (Supervisão de Ricardo Ditchun)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Opções culturais para quem dispensa a folia

Alessandro Soares
e Daniel Gutierrez
Especial para o Diário

26/02/2006 | 08:48


Já é Carnaval e, até a Quarta-feira de Cinzas, festa e folia de norte a sul. Para quem não viajou neste feriadão prolongado a um refúgio pacato, e também não suporta o reinado de Momo, há alternativas na programação cultural. São shows, peças teatrais, exposições e bons filmes nas salas de cinema. Quem quiser ficar em casa, mas não torce por nenhuma agremiação sambista, pode curtir um ou mais filmes em DVD e desligar os desfiles.

Show – O Sesc Pinheiros preparou uma alternativa para amantes de rock e blues alérgicos a serpentinas e confetes. Carnaval na Contramão apresenta neste domingo, a partir das 16h, Marcelo Naves e os Maquinistas do Blues com clássicos inspirados nos grandes mestres de Chicago e do Blues Swing da Califórnia. A banda apresentará composições próprias como Naves Song e Minha Gaita É meu Patrão e clássicos de Ray Charles. Na segunda-feira, às 16h, é a vez do conjunto paulistano Adriano Grineberg Quartet apresentar seu blues no palco do Sesc. Na terça, também às 16h, Big Chico pede passagem para lançar o CD Big Chico – 10 Anos de Blues, com uma mistura do blues tradicional, jump blues e soul. Todos os shows têm entrada gratuita.

Teatro – Entre as melhores peças em cartaz está Esperando Godot, do diretor mineiro Gabriel Vilela, opção no Espaço Subsolo do Sesc Belenzinho, em São Paulo. A nova montagem é uma homenagem aos 100 anos de nascimento do escritor irlandês Samuel Beckett (1906-1989). Escrito originalmente em francês em 1948, o clássico da dramaturgia mundial mistura niilismo, comédia e humor fino com Bete Coelho, Magali Biff, Lavínia Pannunzio e Vera Zimmermann interpretando clowns masculinos. A peça é inspirada na devastação da natureza e a montagem remete às florestas queimadas e rios secos para ambientar o espetáculo.

Outra pedida neste feriadão é A Construção, uma adaptação de Wilson Julião e Luiz Nunes para o conto de Franz Kafka, em cartaz no Centro Cultural São Paulo. Julião apresenta o monólogo na pele de um estranho animal que prefere isolar-se do mundo em sua toca.

Exposições – Primeira exposição do gênero no Brasil, Safety Nest/ O Ninho Seguro tem 17 instalações de 12 designers vindos de nove países, incluindo brasileiros convidados. A mostra está no Sesc Pinheiros até dia 30 de abril e virá para o Sesc Santo André a partir do dia 15 de março. As obras refletem a obsessão e o imaginário individual na busca pela segurança e proteção no cotidiano. Invocação nada mais atual da paranóia na vida nas grandes cidades.

Manifestações populares, sertão e artesanato são alguns dos temas da exposição do fotógrafo e etnólogo francês Pierre Verger (1902-1996) no MAM em São Paulo, de terça a domingo. São fotos inéditas da época que Verger viveu em Salvador.

Cinema – Antes de falar dos filmes do Oscar que já entraram em cartaz, a pré-estréia da semana é O Matador. Oportunidade para conferir se Pierce Brosnan dá conta do recado como um feroz matador ou se fez mal em abandonar a carreira como 007. Fica em exibição neste feriadão. Se você prefere um programa em família, os desenhos animados em cartaz são a opção para a garotada, afinal Carnaval também é animação. Deixe a Xuxa, que a garotada vê todo dia na TV, e experimente A Terra Encantada de Gaya. Ou, se a meninada for um pouco mais crescida, Wallace & Gromit – A Batalha dos Vegetais. Os dois com cópias dubladas na região.

Agora o Oscar. Esta é a última semana para conferir em qual filme você apostaria suas fichas, já que o prêmio sairá no próximo domingo. Vários filmes com indicações estão em cartaz, e os cinco candidatos a melhor filme também. Mas atenção, porque Capote e Boa Noite, e Boa Sorte só estão no circuito paulistano. O Segredo de Brokeback Mountain, favorito, Crash – No Limite e Munique estão nas salas da região. Saindo do circuitão comercial, que tal conhecer os filmes estrangeiros que concorrem ao Oscar? O palestino Paradise Now é o favorito, e esta semana estreou o alemão Uma Mulher Contra Hitler, sobre a única mulher que resistiu ao nazismo na Alemanha dentro do movimento Rosa Branca. Ambos em São Paulo.

DVD – Ficar em casa também é uma opção, já que a obrigação em cair na folia não é um imperativo. Para não ficar grudado nos desfiles na TV, use o aparelho para ver os lançamentos em DVD. Se você gostou do par Antonio Banderas e Catherine Zeta-Jones em A Máscara do Zorro, eles repetem a dose em A Lenda do Zorro. O personagem, aliás, inspirou uma popular fantasia carnavalesca entre crianças e adultos. O mercado negro de armas é o tema de O Senhor das Armas, com Nicolas Cage como um contrabandista internacional que abastece traficantes e guerrilheiros. Os Irmãos Grimm é um despretensioso passatempo que coloca os escritores de contos infantis convivendo com seus personagens. E para não dizer que esta matéria não traz as belas mulheres que a TV mostra no Carnaval, a aventura tem a deslumbrante Mônica Belucci como Rainha dos Espelhos. Nada mais momesco. (Supervisão de Ricardo Ditchun)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;