Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Vingança com estilo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Assistir ao longa da diretora Jocelyn Moorhouse, em cartaz na Capital, é boa escolha para hoje


Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

22/05/2016 | 07:01


 Diz o ditado que vingança é um prato que se come frio. Se for levado ao pé da letra, subentende-se, então, que, quanto mais gelado, mais elaborado será o revide. Foi seguindo essa linha de raciocício que Jocelyn Moorhouse (Colcha de Retalhos, Amor a Toda Prova) criou o longa-metragem A Vingança Está na Moda, em cartaz nos cinemas.
O filme, classificado como drama, não tem um gênero muito definido. Do início ao fim ele flutua entre a comédia e o romance, além do drama, com muita personalidade.

Na trama, Myrtle ‘Tilly’ Dunnage – vivida por Kate Winslet em uma atuação impecável – retorna à sua cidade natal no interior da Austrália, de onde não tem boas recordações, após se tornar uma importante e reconhecida costureira em Paris. Na infância, Myrtle foi acusada injustamente de causar um acidente que provocou a morte de um menino. Agora, muito tempo depois, ela volta em busca de redenção misturada com o desejo de se vingar de todos que a maltrataram anteriormente.

Quando todos se dão conta de seu retorno, ela só poderá contar com o apoio de Teddy (Liam Hemsworth), um simpático morador da cidade, o sargento Farrat (Hugo Weaving), apaixonado por moda, e de sua mãe, Molly Dunnage (Judy Davis), com quem ela tem um relacionamento para lá de complicado.

O desenrolar da história surpreende. Por diversos momentos o roteiro dá a impressão de estar levando o espectador para um desfecho feliz da narrativa. Talvez, por esse motivo, o final acaba decepcionando um pouco. Mas nada que comprometa a experiência de ser apresentado a esses personagens e seus dramas.

A Vingança Está na Moda foi inspirado no livro The Dressmaker, de Rosalie Ham, sem versão para o português.
Vale lembrar que o longa não está em cartaz na região. Quem quiser aproveitar a folga de hoje para degustar a obra da diretora australiana terá que se deslocar até a Capital.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vingança com estilo

Assistir ao longa da diretora Jocelyn Moorhouse, em cartaz na Capital, é boa escolha para hoje

Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

22/05/2016 | 07:01


 Diz o ditado que vingança é um prato que se come frio. Se for levado ao pé da letra, subentende-se, então, que, quanto mais gelado, mais elaborado será o revide. Foi seguindo essa linha de raciocício que Jocelyn Moorhouse (Colcha de Retalhos, Amor a Toda Prova) criou o longa-metragem A Vingança Está na Moda, em cartaz nos cinemas.
O filme, classificado como drama, não tem um gênero muito definido. Do início ao fim ele flutua entre a comédia e o romance, além do drama, com muita personalidade.

Na trama, Myrtle ‘Tilly’ Dunnage – vivida por Kate Winslet em uma atuação impecável – retorna à sua cidade natal no interior da Austrália, de onde não tem boas recordações, após se tornar uma importante e reconhecida costureira em Paris. Na infância, Myrtle foi acusada injustamente de causar um acidente que provocou a morte de um menino. Agora, muito tempo depois, ela volta em busca de redenção misturada com o desejo de se vingar de todos que a maltrataram anteriormente.

Quando todos se dão conta de seu retorno, ela só poderá contar com o apoio de Teddy (Liam Hemsworth), um simpático morador da cidade, o sargento Farrat (Hugo Weaving), apaixonado por moda, e de sua mãe, Molly Dunnage (Judy Davis), com quem ela tem um relacionamento para lá de complicado.

O desenrolar da história surpreende. Por diversos momentos o roteiro dá a impressão de estar levando o espectador para um desfecho feliz da narrativa. Talvez, por esse motivo, o final acaba decepcionando um pouco. Mas nada que comprometa a experiência de ser apresentado a esses personagens e seus dramas.

A Vingança Está na Moda foi inspirado no livro The Dressmaker, de Rosalie Ham, sem versão para o português.
Vale lembrar que o longa não está em cartaz na região. Quem quiser aproveitar a folga de hoje para degustar a obra da diretora australiana terá que se deslocar até a Capital.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;