Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

A volta do KLB

Sucesso no começo dos anos 2000, irmãos anunciam retorno aos palcos com novo projeto


Raija Camargo

30/11/2014 | 07:00


Apesar do hiato – de mais de dois anos – Kiko, Leandro e Bruno não gostam de chamar o novo momento de retomada. O trio garante que a banda nunca acabou, apenas deu um ‘tempo’ longe dos palcos antes de divulgar novo sucesso no mercado. E o tal ‘sucesso’ tem nome: Um Novo Tempo, pacote para DVD gravado no KLB Studio com 24 sucessos e EP com cinco faixas inéditas (mais no www.klb.net), incluindo Vão Passando os Minutos.

Sucesso, aliás, não é palavra desconhecida por eles, que colecionam capas de revistas voltadas ao público teen e ostentam músicas que emplacaram nas rádios e programas de televisão. O tom romântico sempre foi o foco do trio, que coleciona refrões na categoria ‘chiclete’. Quem não lembra de Vida/Devolva minhas fantasias/O sonho de viver a vida/Devolva-me o ar? A balada romântica A Dor Desse Amor tocou incansavelmente em programas dominicais e rádios.

“O amor e o romantismo são atemporais e atingem todo tipo de público, de todas as idades. Acredito que seja uma linguagem universal, pois todo mundo já amou um dia. A maturidade que adquirimos ao longo do tempo estará nas novas músicas”, analisa o caçula, Bruno, 30 anos, em entrevista exclusiva ao Diário.

Kiko, Leandro e Bruno são filhos do empresário Franco Socornavacca, responsável por direcionar carreiras de astros como Leandro & Leonardo, Zezé Di Camargo & Luciano, Fábio Jr., Lulu Santos e Exaltasamba. “Meu pai teve e tem grande influência na nossa carreira. Apesar de não ser nosso empresário atualmente, nos ensinou a gostar de bandas como Bee Gees e Beatles, o que nos deu uma ótima bagagem musical. Ele está sempre nos ajudando, independentemente da relação profissional que se estabeleça”, conta Bruno.

ALÉM DOS PALCOS

Engajados, os irmãos já encabeçaram várias campanhas sociais em prol do Hospital de Câncer de Barretos, Campanha Droga Mata, Proerd, Hospital do Fogo Selvagem de Uberaba, entre outros. E, em abril deste ano, foram à uma cerimônia na Casa Hope, que os homenageou com uma ala do hospital que leva o nome do grupo.

Eles também tornaram-se integrantes voluntários da CPI Federal da Pedofilia e passaram a se engajar cada vez mais em assuntos que envolvem política e conscientização.   



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A volta do KLB

Sucesso no começo dos anos 2000, irmãos anunciam retorno aos palcos com novo projeto

Raija Camargo

30/11/2014 | 07:00


Apesar do hiato – de mais de dois anos – Kiko, Leandro e Bruno não gostam de chamar o novo momento de retomada. O trio garante que a banda nunca acabou, apenas deu um ‘tempo’ longe dos palcos antes de divulgar novo sucesso no mercado. E o tal ‘sucesso’ tem nome: Um Novo Tempo, pacote para DVD gravado no KLB Studio com 24 sucessos e EP com cinco faixas inéditas (mais no www.klb.net), incluindo Vão Passando os Minutos.

Sucesso, aliás, não é palavra desconhecida por eles, que colecionam capas de revistas voltadas ao público teen e ostentam músicas que emplacaram nas rádios e programas de televisão. O tom romântico sempre foi o foco do trio, que coleciona refrões na categoria ‘chiclete’. Quem não lembra de Vida/Devolva minhas fantasias/O sonho de viver a vida/Devolva-me o ar? A balada romântica A Dor Desse Amor tocou incansavelmente em programas dominicais e rádios.

“O amor e o romantismo são atemporais e atingem todo tipo de público, de todas as idades. Acredito que seja uma linguagem universal, pois todo mundo já amou um dia. A maturidade que adquirimos ao longo do tempo estará nas novas músicas”, analisa o caçula, Bruno, 30 anos, em entrevista exclusiva ao Diário.

Kiko, Leandro e Bruno são filhos do empresário Franco Socornavacca, responsável por direcionar carreiras de astros como Leandro & Leonardo, Zezé Di Camargo & Luciano, Fábio Jr., Lulu Santos e Exaltasamba. “Meu pai teve e tem grande influência na nossa carreira. Apesar de não ser nosso empresário atualmente, nos ensinou a gostar de bandas como Bee Gees e Beatles, o que nos deu uma ótima bagagem musical. Ele está sempre nos ajudando, independentemente da relação profissional que se estabeleça”, conta Bruno.

ALÉM DOS PALCOS

Engajados, os irmãos já encabeçaram várias campanhas sociais em prol do Hospital de Câncer de Barretos, Campanha Droga Mata, Proerd, Hospital do Fogo Selvagem de Uberaba, entre outros. E, em abril deste ano, foram à uma cerimônia na Casa Hope, que os homenageou com uma ala do hospital que leva o nome do grupo.

Eles também tornaram-se integrantes voluntários da CPI Federal da Pedofilia e passaram a se engajar cada vez mais em assuntos que envolvem política e conscientização.   

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;