Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Homem forte do PCC é preso em S.Bernardo


Artur Rodrigues e Leandro Calixto
Do Diário do Grande ABC

30/08/2005 | 08:16


Do Grande ABC, para presídios de todo o Estado. Segundo a polícia, essa era a rota da droga distribuída por uma suposta quadrilha, presa domingo na Vila São Pedro, em São Bernardo. Com as cinco pessoas, foram encontrados cinco quilos de cocaína e uma prensa usada para formar os tabletes da droga. Entre os detidos, está José Cícero de Almeida, 45 anos, o Big, homem forte da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), segundo a Polícia Civil.

Big é dono da boate Taj Mahal, localizada na Vila Ema, zona Leste da capital. O estabelecimento serviria para lavar o dinheiro vindo do tráfico, afirma a polícia. "Não é a primeira vez que a prostituição serve para escoar o lucro do tráfico", diz o delegado Alexandre Cavalheiro, do Gerco (Grupo Especial de Repressão ao Crime Organizado).

Investigadores do Denarc freqüentaram a boate por cerca de três semanas para descobrir o suposto esquema de lavagem de dinheiro de Big. Os policiais seguiram o suspeito até a Vila São Pedro, em São Bernardo. Em uma casa do bairro, foram encontradas parte da droga e a prensa. José Lindonjonson Ferreira da Silva, 29 anos, Dário da Silva Cardoso, 21, e Zélia Berto da Silva, 32, foram presos no local. José Cícero de Almeida, o Big, e Raimunda Nonata da Rocha Lima, 42, teriam sido encontrados com outra parcela da cocaína, em um Kadett, em frente à residência.

Os cinco acusados negaram todas as acusações em entrevista coletiva promovida na sede do Denarc, na capital. Big e Lindonjonson têm passagem por tráfico de drogas, segundo investigadores do Denarc.

Ocupação – Mais de 30 policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar ocuparam pelo segundo dia consecutivo a Favela Tamarutaca, na Vila Guiomar, em Santo André. A operação denominada Saturação por Tropas Especiais tem como objetivo acabar com a criminalidade na favela, especificamente no tráfico de drogas e desova de veículos furtados e roubados. A favela continuará a ser ocupada pela polícia ainda nas próximas três semanas.

Os policiais, no entanto, não registraram nenhuma ocorrência relevante durante o dia de segunda-feira. Todas entradas e saídas da favela estavam monitoradas por policiais, veículos da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e ainda pela cavalaria da Polícia Militar. Uma Central do Comando da PM também foi montada no alto da favela.

Já no domingo, primeiro dia da operação, 126 pessoas foram revistadas pelos policiais, 13 motos e nove carros vistoriados. Um homem foi detido por porte de seis gramas de maconha. Ele foi conduzido para o 4º DP de Santo André. Ao mesmo tempo em que realizam a operação em Santo André, a Tropa de Choque organiza uma ocupação parecida no Jardim Elba, na zona Leste da capital.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Homem forte do PCC é preso em S.Bernardo

Artur Rodrigues e Leandro Calixto
Do Diário do Grande ABC

30/08/2005 | 08:16


Do Grande ABC, para presídios de todo o Estado. Segundo a polícia, essa era a rota da droga distribuída por uma suposta quadrilha, presa domingo na Vila São Pedro, em São Bernardo. Com as cinco pessoas, foram encontrados cinco quilos de cocaína e uma prensa usada para formar os tabletes da droga. Entre os detidos, está José Cícero de Almeida, 45 anos, o Big, homem forte da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), segundo a Polícia Civil.

Big é dono da boate Taj Mahal, localizada na Vila Ema, zona Leste da capital. O estabelecimento serviria para lavar o dinheiro vindo do tráfico, afirma a polícia. "Não é a primeira vez que a prostituição serve para escoar o lucro do tráfico", diz o delegado Alexandre Cavalheiro, do Gerco (Grupo Especial de Repressão ao Crime Organizado).

Investigadores do Denarc freqüentaram a boate por cerca de três semanas para descobrir o suposto esquema de lavagem de dinheiro de Big. Os policiais seguiram o suspeito até a Vila São Pedro, em São Bernardo. Em uma casa do bairro, foram encontradas parte da droga e a prensa. José Lindonjonson Ferreira da Silva, 29 anos, Dário da Silva Cardoso, 21, e Zélia Berto da Silva, 32, foram presos no local. José Cícero de Almeida, o Big, e Raimunda Nonata da Rocha Lima, 42, teriam sido encontrados com outra parcela da cocaína, em um Kadett, em frente à residência.

Os cinco acusados negaram todas as acusações em entrevista coletiva promovida na sede do Denarc, na capital. Big e Lindonjonson têm passagem por tráfico de drogas, segundo investigadores do Denarc.

Ocupação – Mais de 30 policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar ocuparam pelo segundo dia consecutivo a Favela Tamarutaca, na Vila Guiomar, em Santo André. A operação denominada Saturação por Tropas Especiais tem como objetivo acabar com a criminalidade na favela, especificamente no tráfico de drogas e desova de veículos furtados e roubados. A favela continuará a ser ocupada pela polícia ainda nas próximas três semanas.

Os policiais, no entanto, não registraram nenhuma ocorrência relevante durante o dia de segunda-feira. Todas entradas e saídas da favela estavam monitoradas por policiais, veículos da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e ainda pela cavalaria da Polícia Militar. Uma Central do Comando da PM também foi montada no alto da favela.

Já no domingo, primeiro dia da operação, 126 pessoas foram revistadas pelos policiais, 13 motos e nove carros vistoriados. Um homem foi detido por porte de seis gramas de maconha. Ele foi conduzido para o 4º DP de Santo André. Ao mesmo tempo em que realizam a operação em Santo André, a Tropa de Choque organiza uma ocupação parecida no Jardim Elba, na zona Leste da capital.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;