Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Festival do Folclore transforma S.Bernardo em centro de intercâmbio


Fabio Leite
Especial para o Diário

18/08/2005 | 07:57


A sétima edição do Festival Internacional do Folclore transformou a cidade de São Bernardo em um centro de intercâmbio cultural. Enquanto os grupos folclóricos da Letônia e do México já se apresentaram e deixaram o país, músicos e atores espanhóis, italianos, argentinos e paraguaios chegam para mostrar seus ritmos e costumes nos palcos do município até o próximo domingo. As apresentações são gratuitas e se revezam nos teatros Cacilda Becker, Lauro Gomes e Chácara Silvestre.

Nos tablados, o público poderá conhecer não somente um pouco mais das histórias folclóricas estrangeiras, como também relembrar mitos e lendas do folclore nacional. Um exemplo é a peça teatral Viva o Boi Bumbá, que será apresentada nesta sexta, às 20h, no Cacilda Becker pelo Grupo Teatro Popular, de Paranapiacaba, Santo André.

Na noite de quarta-feira, os seus cinco integrantes fizeram uma aula espetáculo de três horas, onde exibiram ritmos nacionais como Maracatu e Baião e explicaram a origem da miscigenação brasileira. "Se a gente não conhecer a origem do nosso povo, como podemos nos lançar para esse mundo globalizado?", indagou Júlio César Ferreira, um dos artistas do grupo.

De acordo com o diretor do Departamento de Ações Culturais de São Bernardo, Gonçalo Pavanello, a participação popular este ano é semelhante à edição passada, mas com um destaque para o público estudantil, foco principal do festival. "Essa é uma grande oportunidade para os jovens conhecerem a cultura de diferentes lugares do mundo, estreitar os laços e estimular o respeito para promover a cultura e a paz", diz.

O ápice do evento será no próximo sábado, quando os cerca de 200 artistas, entre estrangeiros e brasileiros, participarão do desfile cívico-militar em comemoração ao aniversário de 452 anos de São Bernardo, previsto para as 9h, na Marechal Deodoro, Centro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Festival do Folclore transforma S.Bernardo em centro de intercâmbio

Fabio Leite
Especial para o Diário

18/08/2005 | 07:57


A sétima edição do Festival Internacional do Folclore transformou a cidade de São Bernardo em um centro de intercâmbio cultural. Enquanto os grupos folclóricos da Letônia e do México já se apresentaram e deixaram o país, músicos e atores espanhóis, italianos, argentinos e paraguaios chegam para mostrar seus ritmos e costumes nos palcos do município até o próximo domingo. As apresentações são gratuitas e se revezam nos teatros Cacilda Becker, Lauro Gomes e Chácara Silvestre.

Nos tablados, o público poderá conhecer não somente um pouco mais das histórias folclóricas estrangeiras, como também relembrar mitos e lendas do folclore nacional. Um exemplo é a peça teatral Viva o Boi Bumbá, que será apresentada nesta sexta, às 20h, no Cacilda Becker pelo Grupo Teatro Popular, de Paranapiacaba, Santo André.

Na noite de quarta-feira, os seus cinco integrantes fizeram uma aula espetáculo de três horas, onde exibiram ritmos nacionais como Maracatu e Baião e explicaram a origem da miscigenação brasileira. "Se a gente não conhecer a origem do nosso povo, como podemos nos lançar para esse mundo globalizado?", indagou Júlio César Ferreira, um dos artistas do grupo.

De acordo com o diretor do Departamento de Ações Culturais de São Bernardo, Gonçalo Pavanello, a participação popular este ano é semelhante à edição passada, mas com um destaque para o público estudantil, foco principal do festival. "Essa é uma grande oportunidade para os jovens conhecerem a cultura de diferentes lugares do mundo, estreitar os laços e estimular o respeito para promover a cultura e a paz", diz.

O ápice do evento será no próximo sábado, quando os cerca de 200 artistas, entre estrangeiros e brasileiros, participarão do desfile cívico-militar em comemoração ao aniversário de 452 anos de São Bernardo, previsto para as 9h, na Marechal Deodoro, Centro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;