Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

China facilita tomada de empréstimos no exterior



20/05/2014 | 02:13


O regulador chinês irá incentivar a tomada de empréstimo por empresas no exterior a partir de primeiro de junho, em mais um passo para abrir a conta de capital do país.

Em comunicado, a Administração Estatal de Câmbio Externo (SAFE, na sigla em inglês) afirmou que irá elevar as cotas de garantias nacionais para a tomada de empréstimos no exterior. O regulador também irá simplificar o procedimento de aprovação de garantias entre fronteiras e padronizar o gerenciamento dessas garantias cambiais.

O documento ainda afirma que irá aliviar restrições "desnecessárias" nas qualificações exigidas para o fornecimento de garantias para empréstimos no exterior. Isso inclui flexibilizar os requerimentos na relação entre ativos e passivos, mas o regulador não forneceu níveis específicos.

No mês passado, a SAFE anunciou que estava aliviando alguns controles cambiais para empresas multinacionais como parte do esforço para liberar o movimento de capital, cortar os custos corporativos e responder às necessidades do mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

China facilita tomada de empréstimos no exterior


20/05/2014 | 02:13


O regulador chinês irá incentivar a tomada de empréstimo por empresas no exterior a partir de primeiro de junho, em mais um passo para abrir a conta de capital do país.

Em comunicado, a Administração Estatal de Câmbio Externo (SAFE, na sigla em inglês) afirmou que irá elevar as cotas de garantias nacionais para a tomada de empréstimos no exterior. O regulador também irá simplificar o procedimento de aprovação de garantias entre fronteiras e padronizar o gerenciamento dessas garantias cambiais.

O documento ainda afirma que irá aliviar restrições "desnecessárias" nas qualificações exigidas para o fornecimento de garantias para empréstimos no exterior. Isso inclui flexibilizar os requerimentos na relação entre ativos e passivos, mas o regulador não forneceu níveis específicos.

No mês passado, a SAFE anunciou que estava aliviando alguns controles cambiais para empresas multinacionais como parte do esforço para liberar o movimento de capital, cortar os custos corporativos e responder às necessidades do mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;