Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Homem é preso com 5 menores em motel


Rogério Gatti
Do Diário do Grande ABC

09/11/2007 | 07:16


O caminhoneiro José Batista Guilhermino, 46 anos, foi preso em flagrante com cinco meninas de idades entre 11 e 16 anos em um motel no bairro Taboão, em São Bernardo.

A polícia vai aguardar o laudo do IML (Instituto Médico-Legal) para constatar se houve ou não ato sexual entre Guilhermino e as garotas.

Em depoimento, todos os envolvidos negaram relações, mas as meninas admitiram ter ficado nuas com o caminhoneiro na banheira do motel.

Segundo a polícia, Guilhermino encontrou as meninas em frente a uma lanchonete na Rua Dom João VI, no bairro Campanário, em Diadema, por volta das 23h de anteontem. Ele teria se oferecido para pagar a comida desde que, depois, todos fossem ao motel. Elas aceitaram a proposta.

ESCONDIDAS

No carro modelo Megane do caminhoneiro, a menina de 16 anos ocupou o banco da frente. Outras duas, de 12 e 11 anos, deitaram-se atrás dos bancos, no assoalho do carro. Já as duas meninas de 13 anos foram para o porta-malas.

Na entrada do motel Marakeeh, por volta das 2h de ontem, Guilhermino apresentou sua identidade junto com a de uma outra mulher, maior de 18 anos. A polícia descobriu que se tratava de um documento roubado. As demais meninas passaram despercebidas pela recepção do motel.

EXAGERO

Depois de algum tempo no quarto, funcionários do motel desconfiaram de que algo estava errado por conta do barulho alto e da quantidade de comida pedida.

A recepcionista ligou para o quarto e perguntou se havia mais alguém. Guilhermino negou.

Minutos depois, a recepcionista insistiu e Guilhermino disse que havia mais duas moças. Ela pediu que ele saísse do quarto e apresentasse os documentos de todas as pessoas que estivessem lá. No total, eles ficaram quase três horas dentro do quarto.

Depois de desmascarado, Guilhermino tentou fugir rapidamente. Quando chegou com o carro na saída do motel, os funcionários pediram que ele descesse do veículo. Foi quando as duas crianças que estavam no banco de trás foram vistas. O porta-malas foi aberto e mais duas meninas menores, encontradas. A polícia foi chamada.

Nervoso, ele tentou pagar a conta, dizendo que queria ir embora dali. Mas a polícia chegou e o prendeu, em flagrante, por corrupção de menores e atentado ao pudor.

Segundo as mães de algumas das meninas, elas disseram que não teria sido a primeira vez que foram a um motel com um homem maior de idade. Todas afirmaram que conheceram o caminhoneiro naquele dia.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Homem é preso com 5 menores em motel

Rogério Gatti
Do Diário do Grande ABC

09/11/2007 | 07:16


O caminhoneiro José Batista Guilhermino, 46 anos, foi preso em flagrante com cinco meninas de idades entre 11 e 16 anos em um motel no bairro Taboão, em São Bernardo.

A polícia vai aguardar o laudo do IML (Instituto Médico-Legal) para constatar se houve ou não ato sexual entre Guilhermino e as garotas.

Em depoimento, todos os envolvidos negaram relações, mas as meninas admitiram ter ficado nuas com o caminhoneiro na banheira do motel.

Segundo a polícia, Guilhermino encontrou as meninas em frente a uma lanchonete na Rua Dom João VI, no bairro Campanário, em Diadema, por volta das 23h de anteontem. Ele teria se oferecido para pagar a comida desde que, depois, todos fossem ao motel. Elas aceitaram a proposta.

ESCONDIDAS

No carro modelo Megane do caminhoneiro, a menina de 16 anos ocupou o banco da frente. Outras duas, de 12 e 11 anos, deitaram-se atrás dos bancos, no assoalho do carro. Já as duas meninas de 13 anos foram para o porta-malas.

Na entrada do motel Marakeeh, por volta das 2h de ontem, Guilhermino apresentou sua identidade junto com a de uma outra mulher, maior de 18 anos. A polícia descobriu que se tratava de um documento roubado. As demais meninas passaram despercebidas pela recepção do motel.

EXAGERO

Depois de algum tempo no quarto, funcionários do motel desconfiaram de que algo estava errado por conta do barulho alto e da quantidade de comida pedida.

A recepcionista ligou para o quarto e perguntou se havia mais alguém. Guilhermino negou.

Minutos depois, a recepcionista insistiu e Guilhermino disse que havia mais duas moças. Ela pediu que ele saísse do quarto e apresentasse os documentos de todas as pessoas que estivessem lá. No total, eles ficaram quase três horas dentro do quarto.

Depois de desmascarado, Guilhermino tentou fugir rapidamente. Quando chegou com o carro na saída do motel, os funcionários pediram que ele descesse do veículo. Foi quando as duas crianças que estavam no banco de trás foram vistas. O porta-malas foi aberto e mais duas meninas menores, encontradas. A polícia foi chamada.

Nervoso, ele tentou pagar a conta, dizendo que queria ir embora dali. Mas a polícia chegou e o prendeu, em flagrante, por corrupção de menores e atentado ao pudor.

Segundo as mães de algumas das meninas, elas disseram que não teria sido a primeira vez que foram a um motel com um homem maior de idade. Todas afirmaram que conheceram o caminhoneiro naquele dia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;