Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Santo André contrata empresa para estudo de mobilidade

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Dgabc.com.br

04/02/2020 | 00:01


A Prefeitura de Santo André, administrada por Paulo Serra (PSDB), fechou a contratação da empresa Oficina – Engenheiros Consultores Associados Ltda, pelo valor de R$ 4,1 milhões, para elaborar o plano de mobilidade urbana dentro do programa mobilidade sustentável de Santo André.

Segundo o governo, o plano de mobilidade serve para traçar “parâmetros para as políticas de mobilidade urbana, transporte público, trânsito e circulação e investimentos em infraestrutura urbana associadas a essas políticas na cidade”.

“O plano fará a análise e o diagnóstico da situação atual da mobilidade no município, um prognóstico para horizontes de curto prazo (cinco anos), médio prazo (15 anos) e longo prazo (25 anos), e propostas de medidas a serem implementadas nesse período para melhoria das condições de circulação de pessoas e de cargas no território municipal, bem como a integração entre os diferentes modos de transporte”, descatou a administração.

A elaboração de um plano de mobilidade foi uma das exigências do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) ao acertar contrato para emprestar recursos para duas obras viárias de vulto pensadas pelo governo municipal: a duplicação do Viaduto Adib Chammas, que liga o Centro da cidade à região do Parque das Nações, e a remodelação do complexo Santa Teresinha, que engloba o alteamento do Viaduto Castelo Branco, que sai da Avenida Prestes Maia rumo ao bairro Santa Teresinha, com o rebaixamento da Avenida dos Estados, com objetivo de eliminar os semáforos.

Ao todo, o banco liberou US$ 25 milhões para as intervenções – com inclusão de projetos de corredores de ônibus. A Prefeitura despenderá o mesmo valor para as obras.

A duplicação do Viaduto Adib Chammas já está em execução e a administração Paulo Serra vislumbra ser possível entregar a alça neste ano. Já o complexo viário Santa Teresinha está na etapa de elaboração de projetos básico e executivo, que devem demorar 12 meses para serem entregues. Só então licitação para contratar a empreiteira será colocada na rua.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André contrata empresa para estudo de mobilidade

Do Dgabc.com.br

04/02/2020 | 00:01


A Prefeitura de Santo André, administrada por Paulo Serra (PSDB), fechou a contratação da empresa Oficina – Engenheiros Consultores Associados Ltda, pelo valor de R$ 4,1 milhões, para elaborar o plano de mobilidade urbana dentro do programa mobilidade sustentável de Santo André.

Segundo o governo, o plano de mobilidade serve para traçar “parâmetros para as políticas de mobilidade urbana, transporte público, trânsito e circulação e investimentos em infraestrutura urbana associadas a essas políticas na cidade”.

“O plano fará a análise e o diagnóstico da situação atual da mobilidade no município, um prognóstico para horizontes de curto prazo (cinco anos), médio prazo (15 anos) e longo prazo (25 anos), e propostas de medidas a serem implementadas nesse período para melhoria das condições de circulação de pessoas e de cargas no território municipal, bem como a integração entre os diferentes modos de transporte”, descatou a administração.

A elaboração de um plano de mobilidade foi uma das exigências do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) ao acertar contrato para emprestar recursos para duas obras viárias de vulto pensadas pelo governo municipal: a duplicação do Viaduto Adib Chammas, que liga o Centro da cidade à região do Parque das Nações, e a remodelação do complexo Santa Teresinha, que engloba o alteamento do Viaduto Castelo Branco, que sai da Avenida Prestes Maia rumo ao bairro Santa Teresinha, com o rebaixamento da Avenida dos Estados, com objetivo de eliminar os semáforos.

Ao todo, o banco liberou US$ 25 milhões para as intervenções – com inclusão de projetos de corredores de ônibus. A Prefeitura despenderá o mesmo valor para as obras.

A duplicação do Viaduto Adib Chammas já está em execução e a administração Paulo Serra vislumbra ser possível entregar a alça neste ano. Já o complexo viário Santa Teresinha está na etapa de elaboração de projetos básico e executivo, que devem demorar 12 meses para serem entregues. Só então licitação para contratar a empreiteira será colocada na rua.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;