Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Minardi vira história e Red Bull cria a 'Squadra Toro Rosso'


Flavio Gomes
Especial para o Diário

15/10/2005 | 08:57


Dietrich Mateschitz não esquentou a cabeça para dar um novo nome à segunda equipe que terá na F-1 no ano que vem. Com a sede do time mantendo-se em Faenza, na Itália, nada melhor que uma designação italiana. Pronto. Foi só traduzir a marca Red Bull touro vermelho e dar vida à Squadra Toro Rosso. De nada valeram os apelos de mais de 15 mil internautas que fizeram um abaixo-assinado para que a Red Bull mantivesse o nome Minardi, time que estreou na F-1 em 1985 e sempre foi visto com enorme simpatia, apesar dos parcos resultados.

A dupla de pilotos já está definida: Vitantonio Liuzzi e Scott Speed, este como meio de propaganda para crescimento das vendas da bebida energética no mercado norte-americano. O diretor-esportivo deve ser Franz Tost, atualmente diretor de logística da BMW. O carro será o da Red Bull atual, chassi desenvolvido pela Jaguar no ano passado com motor Cosworth V10.

Já Rubens Barrichello ganhou um presente da Ferrari em sua despedida da escuderia, que acontece na madrugada de domingo, às 4h, no GP da China. No próximo dia 23 deste mês, ele vai levar para passear num carro de F-1 de três lugares todos os parentes que toparem a brincadeira, em Fiorano. Pai, mãe, avô, irmã e tios estão convocados. "Vou realizar um sonho, de mostrar à minha família a sensação de velocidade na F-1", disse o brasileiro, que na madrugada de domingo se despede do time. "Levarei bons momentos", falou.

Grid – O grid para o GP da China foi definido na madrugada de sábado, entre 2h e 3h. Nos treinos livres, a McLaren foi a mais rápida com seu piloto de testes Pedro de la Rosa. No ano passado, Barrichello fez a pole e venceu. A corrida de Xangai terá 56 voltas e define o título de Construtores entre Renault (176 pontos) e McLaren (174).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Minardi vira história e Red Bull cria a 'Squadra Toro Rosso'

Flavio Gomes
Especial para o Diário

15/10/2005 | 08:57


Dietrich Mateschitz não esquentou a cabeça para dar um novo nome à segunda equipe que terá na F-1 no ano que vem. Com a sede do time mantendo-se em Faenza, na Itália, nada melhor que uma designação italiana. Pronto. Foi só traduzir a marca Red Bull touro vermelho e dar vida à Squadra Toro Rosso. De nada valeram os apelos de mais de 15 mil internautas que fizeram um abaixo-assinado para que a Red Bull mantivesse o nome Minardi, time que estreou na F-1 em 1985 e sempre foi visto com enorme simpatia, apesar dos parcos resultados.

A dupla de pilotos já está definida: Vitantonio Liuzzi e Scott Speed, este como meio de propaganda para crescimento das vendas da bebida energética no mercado norte-americano. O diretor-esportivo deve ser Franz Tost, atualmente diretor de logística da BMW. O carro será o da Red Bull atual, chassi desenvolvido pela Jaguar no ano passado com motor Cosworth V10.

Já Rubens Barrichello ganhou um presente da Ferrari em sua despedida da escuderia, que acontece na madrugada de domingo, às 4h, no GP da China. No próximo dia 23 deste mês, ele vai levar para passear num carro de F-1 de três lugares todos os parentes que toparem a brincadeira, em Fiorano. Pai, mãe, avô, irmã e tios estão convocados. "Vou realizar um sonho, de mostrar à minha família a sensação de velocidade na F-1", disse o brasileiro, que na madrugada de domingo se despede do time. "Levarei bons momentos", falou.

Grid – O grid para o GP da China foi definido na madrugada de sábado, entre 2h e 3h. Nos treinos livres, a McLaren foi a mais rápida com seu piloto de testes Pedro de la Rosa. No ano passado, Barrichello fez a pole e venceu. A corrida de Xangai terá 56 voltas e define o título de Construtores entre Renault (176 pontos) e McLaren (174).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;