Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cratera toma pista da avenida Pery Ronchetti


Fabiana Chiachiri
Do Diário do Grande ABC

15/10/2005 | 08:39


Uma enorme cratera ficou dois meses aberta na altura do número 1.600 da avenida Pery Ronchetti, no Jardim Farina, em São Bernardo. Moradores e motoristas que utilizam a via corriam risco diário ao passar por uma das faixas da pista, que estava tomada pelo buraco. A população diz ter pedido providências à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) diversas vezes, mas o problema só foi solucionado quinta-feira, quando a reportagem entrou em contato com a autarquia.

Alguns moradores da avenida dizem que o buraco era pequeno há dois meses. "Agora está deste tamanho. É muito perigoso alguém cair e se machucar", diz o ferramenteiro Clóvis Hernandes, 67 anos, que trabalha em uma metalúrgica que fica bem em frente ao buraco.

A aposentada Irene Ferreira da Silva Fernandes, 61 anos, afirma que sabe de dois acidentes ocorridos no local neste período. "Uma das vezes foi com um garoto que andava de bicicleta. Ele teve de desviar do buraco e caiu na calçada. Outro dia foi um motoqueiro que para não atropelar uma pessoa também perdeu o controle da motocicleta e caiu na calçada."

"O engraçado é que quando vamos atrás da imprensa tudo é resolvido rapidinho. Fiquei dois meses tentando falar com alguém e nada fizeram. Liguei para o jornal na segunda-feira e ontem (quinta-feira) a Sabesp veio arrumar", diz a funcionária pública Andréa Lucimara Fernandes, 36 anos.

Para Flíssia Ferreira Hermano, 18 anos, o conserto parece fácil. "No último domingo de manhã, a Sabesp mandou um caminhão aqui. Os funcionários colocaram um pouco de pedra no buraco e foram embora. Acredito que seja fácil resolver o problema. Está muito perigoso. O risco de acontecer um acidente é muito grande", diz. A secretária Mariana Armagni Bezerra, 21, concorda com Flíssia. "Trabalho aqui em frente e já vi muitos carros brecando em cima da cratera. Não sei como não aconteceram acidentes graves", afirma.

De acordo com a Sabesp, havia um vazamento de água na tubulação secundária da via que abastece as casas. No entanto, o problema foi solucionado no último domingo e, quinta-feira, uma equipe foi até o local e concluiu a obra, restaurando o asfalto da via.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cratera toma pista da avenida Pery Ronchetti

Fabiana Chiachiri
Do Diário do Grande ABC

15/10/2005 | 08:39


Uma enorme cratera ficou dois meses aberta na altura do número 1.600 da avenida Pery Ronchetti, no Jardim Farina, em São Bernardo. Moradores e motoristas que utilizam a via corriam risco diário ao passar por uma das faixas da pista, que estava tomada pelo buraco. A população diz ter pedido providências à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) diversas vezes, mas o problema só foi solucionado quinta-feira, quando a reportagem entrou em contato com a autarquia.

Alguns moradores da avenida dizem que o buraco era pequeno há dois meses. "Agora está deste tamanho. É muito perigoso alguém cair e se machucar", diz o ferramenteiro Clóvis Hernandes, 67 anos, que trabalha em uma metalúrgica que fica bem em frente ao buraco.

A aposentada Irene Ferreira da Silva Fernandes, 61 anos, afirma que sabe de dois acidentes ocorridos no local neste período. "Uma das vezes foi com um garoto que andava de bicicleta. Ele teve de desviar do buraco e caiu na calçada. Outro dia foi um motoqueiro que para não atropelar uma pessoa também perdeu o controle da motocicleta e caiu na calçada."

"O engraçado é que quando vamos atrás da imprensa tudo é resolvido rapidinho. Fiquei dois meses tentando falar com alguém e nada fizeram. Liguei para o jornal na segunda-feira e ontem (quinta-feira) a Sabesp veio arrumar", diz a funcionária pública Andréa Lucimara Fernandes, 36 anos.

Para Flíssia Ferreira Hermano, 18 anos, o conserto parece fácil. "No último domingo de manhã, a Sabesp mandou um caminhão aqui. Os funcionários colocaram um pouco de pedra no buraco e foram embora. Acredito que seja fácil resolver o problema. Está muito perigoso. O risco de acontecer um acidente é muito grande", diz. A secretária Mariana Armagni Bezerra, 21, concorda com Flíssia. "Trabalho aqui em frente e já vi muitos carros brecando em cima da cratera. Não sei como não aconteceram acidentes graves", afirma.

De acordo com a Sabesp, havia um vazamento de água na tubulação secundária da via que abastece as casas. No entanto, o problema foi solucionado no último domingo e, quinta-feira, uma equipe foi até o local e concluiu a obra, restaurando o asfalto da via.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;