Sua Saúde

Alanina


 Considerado um dos menores aminoácidos, faz parte do grupo não essencial e hidrofóbico, sendo sintetizado no fígado a partir do piruvato e da carnosina, tendo o zinco como cofator. Está relacionada com as vias metabólicas, como a glicólise, gluconeogenese e o ciclo do ácido cítrico. Indivíduos estressados ou em hipoglicemia consomem tecido muscular, a fim de obter L-Alanina para normalizar o nível de glicose sérica. A quebra da carnosina presente nos músculos origina a histidina e L-Alanina, favorecendo a produção de linfócitos e imunoglobulinas.

 

Benefícios da alanina:

Aumento da massa muscular.

Melhora da resistência física.

Reduz o acido lático e a fadiga muscular

A beta-alanina estimula a carnosina e serotonina no cérebro.

Melhora níveis diabéticos.

Aumenta a imunidade.

Auxilia na função cognitiva.

Protege a próstata através do fluido prostático, que possui uma alta concentração de alanina, evitando dores e problemas graves durante a micção.

Colabora em tratamentos tumorais.

 

Saiba mais:

Estruturalmente é um dos aminoácidos mais simples.

É liberado na quantidade necessária.

30% da alanina no sangue são sintetizadas pelo músculo.

A proteína muscular consiste em cerca de 6% desse aminoácido.

A taxa de síntese de glicose a partir da alanina no fígado é maior do que qualquer outro aminoácido.

Assim como o Gaba, a taurina e a glicina, é um neurotransmissor inibitório no cérebro com acentuada ação tranquilizante.

A síndrome da fadiga crônica tem sido associada a níveis excessivos de alanina e baixos níveis de tirosina e fenilalanina.

O exame de alanina aminotransferase (ALT) é utilizado para detectar lesões no fígado como esteatose, icterícia, colúria entre outros.

O ALT também pode ser realizado quando ocorre exposição ao vírus da hepatite, uso excessivo de bebidas alcoólicas e diabetes.

Sua ingesta pela alimentação não é fundamental, pois o organismo consegue produzir esse aminoácido.

Falta da vitamina B6 pode provocar deficiência na sua produção.

Atua como transportador do íon amônio produzido nos músculos para o fígado.

 

Algumas fontes de alanina em porções 100 g:

Carne vermelha

Peixe

Levedura de cerveja

Carne de frango

Cogumelo

Sementes de girassol Germe de trigo

Soja

Salsinha  

Comentários


Veja Também


Alanina

 Considerado um dos menores aminoácidos, faz parte do grupo não essencial e hidrofóbico, sendo sintetizado no fígado a partir do piruvato e da carnosina, tendo o zinco como cofator. Está relacionada com as vias metabólicas, como a glicólise, gluconeogenese e o ciclo do ácido cítrico. Indivíd...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar