Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Alessandra é reintegrada após 'desconhecimento' médico


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

07/05/2004 | 00:09


A jogadora de vôlei Alessandra, 16 anos, voltou a sorrir nesta quinta, quando foi reintegrada à Seleção Brasileira de Vôlei na categoria infanto-juvenil. Ela havia sido cortada da equipe em função de um suposto problema médico, mas nesta quinta pôde voltar a treinar. O presidente da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), Ary Graça, tentou justificar a dispensa da jogadora. Segundo ele, tudo foi culpa do "desconhecimento".

"A medicina evolui e honestamente era um assunto de nosso desconhecimento", afirmou Ary Graça. Ele se referiu ao fato de o laudo médico da entidade ter acusado que Alessandra é portadora do traço falciforme, até então considerada uma doença por seu departamento médico. "Vou fazer um dossiê com os documentos médicos que esclareceram a questão e enviar cópias às demais federações para isto não mais ocorrer."

O corte de Alessandra ocorreu no mês passado, quando exames de sangue da atleta acusaram a presença do traço falciforme. O indivíduo portador do traço tem por característica possuir um dos gens, responsáveis pela produção de hemácias, mutável. Problemas como a morte súbita podem ocorrer somente em pessoas portadoras da anemia falciforme. O laudo médico que serviu de base para o corte da jogadora apontava que, por ter traço, Alessandra corria risco de ter morte súbita se continuasse as atividades como atleta.

São Caetano – Depois da saída do antigo patrocinador, São Caetano se articula para a formação de uma nova equipe, bem mais modesta que a anterior. Algumas jogadoras já estão treinando e o clube procura um técnico. Sérgio Negrão, ex-Leites Nestlé e atualmente dirigente do Finasa/Osasco, é um dos preferidos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alessandra é reintegrada após 'desconhecimento' médico

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

07/05/2004 | 00:09


A jogadora de vôlei Alessandra, 16 anos, voltou a sorrir nesta quinta, quando foi reintegrada à Seleção Brasileira de Vôlei na categoria infanto-juvenil. Ela havia sido cortada da equipe em função de um suposto problema médico, mas nesta quinta pôde voltar a treinar. O presidente da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), Ary Graça, tentou justificar a dispensa da jogadora. Segundo ele, tudo foi culpa do "desconhecimento".

"A medicina evolui e honestamente era um assunto de nosso desconhecimento", afirmou Ary Graça. Ele se referiu ao fato de o laudo médico da entidade ter acusado que Alessandra é portadora do traço falciforme, até então considerada uma doença por seu departamento médico. "Vou fazer um dossiê com os documentos médicos que esclareceram a questão e enviar cópias às demais federações para isto não mais ocorrer."

O corte de Alessandra ocorreu no mês passado, quando exames de sangue da atleta acusaram a presença do traço falciforme. O indivíduo portador do traço tem por característica possuir um dos gens, responsáveis pela produção de hemácias, mutável. Problemas como a morte súbita podem ocorrer somente em pessoas portadoras da anemia falciforme. O laudo médico que serviu de base para o corte da jogadora apontava que, por ter traço, Alessandra corria risco de ter morte súbita se continuasse as atividades como atleta.

São Caetano – Depois da saída do antigo patrocinador, São Caetano se articula para a formação de uma nova equipe, bem mais modesta que a anterior. Algumas jogadoras já estão treinando e o clube procura um técnico. Sérgio Negrão, ex-Leites Nestlé e atualmente dirigente do Finasa/Osasco, é um dos preferidos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;