Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Munhoz vira fiel da balança em S.Caetano

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente do Cidadania, sigla de Tite, vereador é aliado de Auricchio no meio da guerra fria política


Raphael Rocha

15/08/2021 | 07:30


Enquanto está cada vez mais latente o distanciamento do prefeito de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), e do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), um personagem da política municipal está no meio da guerra fria com relações nos dois lados: o vereador Marcel Munhoz (Cidadania).

Presidente do diretório municipal do Cidadania, partido de Tite, Munhoz é fiel escudeiro de Auricchio. Publicamente, o parlamentar evita qualquer comentário que possa estremecer a desgastada parceria entre os dois. Nos bastidores, recorre a mensagens subliminares para pregar lealdade ao tucano.

Na última semana, Munhoz publicou foto ao lado de Auricchio em suas redes sociais com uma legenda provocativa: “Relembrando as épocas de campanha eleitoral, precisamente no ano passado, ao lado do sempre prefeito Auricchio Júnior”. O afago foi retribuído pelo ex-chefe do Executivo: “Grande amigo e companheiro”.

Na sexta-feira, Auricchio compareceu ao ato de filiação do vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, ao PL, em restaurante no bairro Jardim. O tucano foi ao evento junto de Munhoz – inclusive, deu carona ao aliado vereador. A presença do parlamentar, ao lado de Auricchio, foi um dos assuntos mais comentados nas rodas formadas durante a solenidade. Munhoz deixou o evento sem dar entrevistas.

Os passos de Munhoz são monitorados com lupa pela classe política de São Caetano. Em seu terceiro mandato, o vereador se consolidou como um dos nomes com maior número de eleitores fiéis. Antes de se eleger pela primeira vez, em 2012 (com 1.575 votos), ele, que é delegado de polícia, havia buscado vaga na Câmara em 2004 e em 2008, ficando na suplência. Em 2016, se tornou o campeão de votos no município (2.999 adesões). Em 2020, foi o segundo colocado no ranking, com 2.540.

Ele pode ser o fiel da balança também em âmbito partidário. Como presidente do Cidadania, cabe a ele chancelar ou não uma candidatura própria em eventual nova eleição. Nos bastidores, Munhoz reafirma confiança no retorno de Auricchio – o tucano teve os votos anulados pela Justiça Eleitoral e seu recurso está próximo de ser analisado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Porém, caso o aliado direto sofra novo revés, uma eventual candidatura de Tite, pelo Cidadania, teria de ter aval de Munhoz.

O nome do parlamentar é citado como potencial candidato ao Palácio da Cerâmica – seja como cabeça de chapa ou como vice. Além disso, ele tem fomentado a construção de uma candidatura a deputado federal, até pelo distanciamento do parlamentar federal Alex Manente, que, embora tenha filiação em São Bernardo, sempre foi quadro próximo de Auricchio.

Alex foi outro personagem a se distanciar do tucano depois de ser um dos protagonistas do plano do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), em colocar no mesmo palanque Tite Campanella e o ex-prefeiturável oposicionista Fabio Palacio (PSD) em eventual nova eleição. Essa manobra, revelada pelo Diário, deu pontapé inicial para a guerra fria instalada em São Caetano. Tite, de início, não descartou a possibilidade de parceria, que alijaria Auricchio do processo eleitoral da cidade. Depois, pressionado por quem o colocou na cadeira de prefeito, rechaçou.
<EM>Munhoz não retornou aos contatos da equipe do Diário para comentar a crise. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;