Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Verdão e Vasco: duelo com cabeças a prêmio


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

18/06/2005 | 08:00


Quando o juiz Wilson de Souza Mendonça apitar o início do jogo entre Palmeiras e Vasco, no Parque Antártica, às 16h deste sábado, os técnicos das duas equipes sabem que estarão no limite para manter o emprego no Campeonato Brasileiro. Tanto no alviverde quanto na equipe carioca, outro resultado adverso pode significar a queda do comando. E, mesmo sabendo disso, o técnico Paulo Bonamigo garante estar tranqüilo para uma possível reviravolta. "Esse jogo pode ser o meu limite. Desde que cheguei ao time, não fugi da responsabilidade, mas sinto que a equipe tem tudo para arrancar e conseguir uma seqüência de vitórias que melhorem nossa situação", prevê o comandante da equipe do Palestra.

Do outro lado, a situação é bastante parecida. O técnico Dário Lourenço estuda uma maneira de bater o Palmeiras fora de casa para salvar o seu cargo. A demissão só não teria acontecido ainda porque a diretoria entende que não há substituto para o treinador no mercado.

O Vasco ocupa a 15ª colocação do Brasileiro, com apenas oito pontos. Precisa, de qualquer maneira, pontuar para se afastar da zona de rebaixamento. A situação do Palmeiras não é nada diferente. Na 16ª posição, tem sete pontos e só venceu duas vezes em casa na competição.

Apesar da pressão, Bonamigo conta com o apoio dos atletas que assumiram, na quinta-feira, a responsabilidade pelos resultados, tirando qualquer culpa das costas do treinador. O meia Juninho e o goleiro Sérgio foram, inclusive, consultados pela diretoria após a derrota para o Goiás sobre o trabalho do técnico. Eles deram total respaldo ao chefe, que agradeceu o apoio, mas também assumiu sua parcela de culpa pelo momento atravessado pelo clube.

\r\n

 

\r\n

 

\r\n

Sérgio ignora dores para jogar

\r\n

Analy Cristofani<br>Do Diário do Grande \r\nABC

\r\n

O momento difícil do Palmeiras cria, entre os jogadores, \r\num ambiente de superação. E quem veste a camisa do clube quer provar, neste \r\nsábado, contra o Vasco, que está disposto a tudo para ajudar sua equipe a \r\nconquistar mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Por isso, o goleiro \r\nSérgio, mesmo sentindo dores na região lombar, garante sua presença na partida \r\ndiante dos cariocas. "Senti uma dor muito forte, mas devo participar da partida. \r\nAinda dói um pouco, mas a tendência é que diminua e que eu tenha condições de \r\njogo", disse o goleiro.

\r\n

A superação de Sérgio tem motivos. O titular Marcos está \r\ncom a Seleção Brasileira na Alemanha, disputando a Copa das Confederações. E, \r\ncaso ele volte a sentir e seja vetado no vestiário do Parque Antártica, o \r\ntécnico Paulo Bonamigo teria como opções os goleiros Diego Cavalieri, Deola e \r\nBruno.

\r\n

Mas Sérgio nem pensa nisso. O que ele quer mesmo é entrar \r\nem campo com seus companheiros e ajudar o Palmeiras a sair desta situação ruim. \r\n"Não podemos entrar em campo e achar que vamos vencer apenas por estarmos em uma \r\nequipe de tradição como o Palmeiras", disse o goleiro, esperando que o time \r\nrenda e entre sem pensar que pode conseguir o resultado a qualquer \r\nmomento.

\r\n

O goleiro não deixou de falar, também, da situação de \r\nBonamigo. "Para mim, este é o jogo que vai definir a permanência ou não do \r\ntreinador. Temos de fazer nosso trabalho direito, senão estaremos enganando o \r\npróprio técnico, que está fazendo sua parte", afirmou. ",1]);//-->

"Sou o comandante da equipe e tenho participação direta nos resultados. A responsabilidade é de todos aqueles que têm participação no futebol do Palmeiras, mas mesmo que eu não esteja mais aqui, acho que esse trabalho vai dar resultado no futuro", disse, já prevendo sua queda.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;