Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Obras na Anchieta vao facilitar invasao, diz ambientalista


Andrea Catao Maziero
Da Redaçao

29/09/1999 | 18:59


Mesmo aprovada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, a construçao de uma pista de 300 m ao lado da marginal norte do km 28 da via Anchieta, que vai ligar a favela do Areiao ao distrito de Riacho Grande, em Sao Bernardo, gerou descontentamento entre ambientalistas. Eles afirmam que as obras, que estao sendo realizadas pela Prefeitura, vao incentivar a ocupaçao irregular e provocar impacto ambiental permanente na área.

A pista vai ligar a favela ao túnel existente sob a rodovia, próximo ao Ilha de Capri. Para cortar caminho - o retorno mais próximo fica no km 23 -, os motoristas que saem do Areiao, sentido Riacho Grande, dao marcha a ré no acostamento para acessar o túnel e chegar mais rápido ao distrito. As obras, de acordo com a Prefeitura, estarao finalizadas dentro de 40 dias.

Hemínio Costa, membro do Sats (Serviço Aéreo e Terrestre de Salvamento e Proteçao Ecológica), disse que, embora a populaçao necessite de melhorias, as obras vao incentivar a ocupaçao nos morros, comprometendo a represa Billings. "Uma quantidade muito maior de esgoto sem qualquer tratamento passará a ser despejada na represa, em virtude do incentivo à ocupaçao desordenada. O que nao entendemos sao as prioridades da Prefeitura que, em vez de construir essa pista, deveria fazer obras de coletor de esgoto."

O coordenador da campanha Billings, eu te quero viva!, Carlos Bocuhy, também concorda com Hermínio. "A facilidade com que poderá ser feita a ocupaçao predatória sobre a área de captaçao de água vai causar um impacto ambiental permanente. Nao somos contra a obra, que trará melhorias para a populaçao do Areiao, mas sabemos que mais famílias serao atraídas para a área, que está praticamente dentro da estaçao de tratamento", disse.

O secretário de Habitaçao e Meio Ambiente, Carlos Comunian, disse que nao deverá ser facilitada a ocupaçao irregular. "O trecho em que a pista está sendo construída é muito pequeno, portanto, nao haverá impacto ambiental ou facilidade em ocupaçoes."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;