Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Convênio traz Infocrim a Diadema


Mário César de Mauro
Do Diário do Grande ABC

14/09/2003 | 19:02


O prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior, assina convênio com a Secretaria de Segurança Pública do Estado nesta terça-feira para a implementação do Infocrim, sistema de informações responsável por mapear a criminalidade no município. Diadema será a primeira cidade da região a assinar o convênio e ter um computador interligado diretamente com a polícia. A previsão de instalação é para o início de novembro. A chegada do sistema no Grande ABC é cogitada há um ano e meio. Dois funcionários municipais serão treinados para trabalhar com o mapeamento.

Desde 2000, funcionários municipais de Diadema coletam diariamente todas as ocorrências criminais da cidade na sede da Delegacia Seccional de polícia, por conta de integração entre a administração municipal e as polícias Militar e Civil.

“Na realidade, o fato de anotarmos diariamente todos os boletins de ocorrência já é um Infocrim. O problema é que precisamos nos deslocar até a delegacia. O Infocrim vai otimizar o nosso trabalho, mas o resultado será o mesmo”, disse a advogada Regina Miki, responsável pela coordenadoria de Defesa Social de Diadema.

A Prefeitura vem mapeando a criminalidade de Diadema desde o início dos estudos sobre a violência no município realizado pelo Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, em junho de 2000, época em que a cidade tinha mais índices de homicídios dolosos (com intenção de matar). Em junho passado, a Coordenadoria de Defesa Social aperfeiçoou o mapeamento da cidade e comprou um mapa georeferenciado de Diadema, onde todas as informações colhidas dos boletins de ocorrência são fixadas no mapa e aparecerem na tela de um monitor. “Fazemos as análises para o serviço preventivo da Guarda Municipal e distribuímos para as outras secretarias de governo para que combatamos as causas e não as conseqüências. Uma visualização rápida gera ações eficientes”, afirmou Regina.

O Infocrim vai fazer um mapeamento do crime mais rapidamente do que é feito hoje na cidade. Trabalho que foi responsável por resultados positivos na cidade, como a retomada do Parque Pousada dos Jesuítas, no Centro, onde, desde junho, há ações integradas entre as secretarias de governo e a comunidade do bairro. O parque era tomado por consumidores de drogas, prostituição infantil e travestis. Roubos e furtos também eram freqüentes. O mapeamento da criminalidade ajudou na identificação dos problemas, segundo Regina, então o governo municipal agiu e hoje o local é palco de atividades esportivas e culturais.

Convênio – De acordo com o Fórum Metropolitano de Segurança Pública, São Caetano e São Bernardo também estão adiantados na busca do acesso ao Infocrim.

Atualmente, apenas São Paulo e Guarulhos têm o Infocrim. De acordo com o Fórum Metropolitano de Segurança Pública, grupo diretamente ligado à implementação do Infocrim nos municípios composto pelos 39 prefeitos da Região Metropolitana do Estado, São Caetano e São Bernardo devem ser as próximas a receber o Infocrim.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;