Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Empresa quer construir dez pequenas centrais em MG


Do Diário do Grande ABC

04/02/2000 | 13:55


O diretor-presidente da Companhia Força e Luz Cataguazes-Leopoldina, Manuel Otoni Neiva, informou nesta sexta que sua empresa pretende construir dez pequenas centrais hidrelétricas em Minas Gerais, com capacidade total de 170 MW e com previsao de investimento de R$ 220 milhoes.

As usinas deverao estar gerando energia até 2003 e serao construídas com financiamento especial do BNDES, que vai cobrir 80% do custo, sendo os 20% restantes cobertos com recursos da companhia. O financiamento faz parte de uma linha de crédito especial do BNDES, com condiçoes favoráveis, criada para estimular a geraçao de energia de um programa emergencial desenvolvido pelo Ministério de Minas e Energia.

A Cataguazes planeja também construir uma termoelétrica em Carmópolis (SE), com capacidade de 90MW. O projeto está sendo estudado em parceria com a Petrobrás e teria por objetivo a geraçao de energia elétrica e de vapor a ser usado para reativar postos. As informaçoes foram dadas na cerimônia de assinatura do contrato de concessao da Companhia Energética da Borborema (CELB) com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A CELB, que pertencia à Prefeitura Municipal de Campina Grande, foi comprada pela Cataguazes, em novembro do ano passado, por R$ 86 milhoes. A empresa tem interesse ainda na privatizaçao das distribuidoras de Alagoas, Paraíba, Piauí e Maranhao. O prefeito de Campina Grande, Cássio Cunha Lima, informou que os recursos serao destinados ao pagamento da primeira parcela de renegociaçao da dívida da Prefeitura com a Uniao (R$ 6 milhoes), à captalizaçao do fundo de Previdência do Município (R$ 15 milhoes) e em obras.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;