Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Secretário de Saúde pede demissão em Ribeirão Pires

Ricardo Carajeleascow aceita convite para administrar Hospital Nardini, em Mauá


Felipe Siqueira
Especial para o Diário

02/02/2017 | 07:00


O secretário de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, Ricardo Carajeleascow, pediu ontem demissão do cargo. Agora, de acordo com informação oficial, Ricardo vai exercer função de superintendente do Complexo de Saúde de Mauá, que inclui o Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini.

O convite para Ricardo ir para o complexo veio da Fundação do ABC. Quem assume é a psicóloga Nanci Garrido Butin, antiga secretária adjunta da Pasta.

O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), desejou boa sorte ao secretário exonerado, que vai servir à vizinha Mauá. “Doutor Ricardo recebeu nova missão e estou certo que fará grandes contribuições ao município de Mauá, assim como fez em nossa cidade. Sentimos pela partida deste profissional, comprometido com os moradores e com a gestão eficiente de Saúde que estamos implantando em nosso município, e desejamos sucesso em sua nova jornada”, relatou Kiko.

O ex-secretário agradeceu ao prefeito de Ribeirão pela oportunidade de administrar a Pasta, apesar de ter ficado apenas um mês na função. “(Estou) Certo que a equipe de Saúde dará sequência às ações para superar os desafios do setor.”

Ricardo Carajeleascow é o quinto quadro no Grande ABC a deixar o cargo de secretário. Até agora, a coleção, em um mês, inclui dois secretários de Diadema, que saíram da base do prefeito da cidade, Lauro Michels (PV), para a oposição, e dois de Mauá, que alegaram motivos de cunho pessoal.

José Carlos Gonçalves (PPS), ex-secretário de transportes, e Paulinho Correria (PEN), ex-secretário de Cultura, ambos em Diadema, saíram depois de discordarem de indicações do governo para o segundo e o terceiro escalões.

Em Mauá, José Carlos Orosco Júnior (PMDB), ex-secretário de Obras, e Camila Brandão Sarem, ex-secretária de Assuntos Jurídicos, deixaram o secretariado de Atila Jacomussi (PSB) alegando motivos pessoais – Orosco foi denunciado por agressão pela mulher, a ex-deputada Vanessa Damo (PMDB). Camila é considerada pivô do processo de divórcio entre Vanessa e Orosco. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;