Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Via Funchal vende ingressos para shows da canadense Diana Krall


Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

22/01/2005 | 13:25


No auge da popularidade e beleza, a cantora e pianista canadense Diana Krall, 40 anos, volta a São Paulo para duas apresentações na próxima quarta e quinta-feira (dias 26 e 27). Os ingressos, cujos preços não são nada convidativos – variam de R$ 120 a R$ 500 –, já podem ser adquiridos para todos os setores do Via Funchal, entre eles a platéia vip, a mais cara disponível na casa de shows. Restam cerca de 800 bilhetes para a primeira noite de apresentação.

O álbum The Girl in the Other Room, o sexto de Diana, norteia as apresentações que ela traz para o Brasil. Acompanhada por Anthony Wilson (guitarra), Robert Hurst (baixo) e Emmanuel Riggins (bateria), a diva se aventura por um terreno mais pop, deixando um pouco de lado a rigidez do jazz que a guiou por mais de uma década.

Mais ousada ainda depois do casamento com o cantor Elvis Costello, a canadense inovou também quando resolveu compor e criar melodias para as letras do marido. Por isso, quem for ao Via Funchal terá a chance de ver e ouvir Diana cantando suas próprias composições, algo que, não faz muito tempo, era impensado. Coisas como Narrow Daylight e Abandoned Masquerade. No repertório devem constar ainda sucessos de Tom Waits e Joni Mitchel, referência jazzística que ela não abre mão.

A intimidade da diva com a música, e principalmente com o jazz, nasceu cedo. Mas foi nos anos 1990 que sua popularidade cresceu por conta do lançamento de When I Look in your Eyes. O disco a levou para o topo das paradas de sucesso do mundo todo. Nessa época, a pianista permaneceu 52 semanas na primeira posição da categoria jazz da revista Billboard e ganhou dois Grammy, incluindo o de melhor performance vocal. Foi embalada por este sucesso que Diana veio ao Brasil em 1997, sua primeira passagem pelo país.

Depois do sucesso adquirido pelo premiado trabalho, a carreira de Diana transformou-se em uma mistura de turnês e álbuns impecáveis, adorados pelos fãs e aclamados pela crítica. O último lançamento, o DVD Live at the Montreal Jazz Festival traz o show que Diana apresentou em junho do ano passado no Bell Centre, em Montreal. É uma boa alternativa – leia-se mais em conta – para quem não puder ir aos shows. n

Diana Krall – Show. No Via Funchal – r. Funchal, 65, São Paulo. Tel.: 3038-6698. Dias 26 e 27, às 21h30. Ingr.: de R$ 120 a R$ 500.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Via Funchal vende ingressos para shows da canadense Diana Krall

Ana Carolina Rodrigues
Do Diário do Grande ABC

22/01/2005 | 13:25


No auge da popularidade e beleza, a cantora e pianista canadense Diana Krall, 40 anos, volta a São Paulo para duas apresentações na próxima quarta e quinta-feira (dias 26 e 27). Os ingressos, cujos preços não são nada convidativos – variam de R$ 120 a R$ 500 –, já podem ser adquiridos para todos os setores do Via Funchal, entre eles a platéia vip, a mais cara disponível na casa de shows. Restam cerca de 800 bilhetes para a primeira noite de apresentação.

O álbum The Girl in the Other Room, o sexto de Diana, norteia as apresentações que ela traz para o Brasil. Acompanhada por Anthony Wilson (guitarra), Robert Hurst (baixo) e Emmanuel Riggins (bateria), a diva se aventura por um terreno mais pop, deixando um pouco de lado a rigidez do jazz que a guiou por mais de uma década.

Mais ousada ainda depois do casamento com o cantor Elvis Costello, a canadense inovou também quando resolveu compor e criar melodias para as letras do marido. Por isso, quem for ao Via Funchal terá a chance de ver e ouvir Diana cantando suas próprias composições, algo que, não faz muito tempo, era impensado. Coisas como Narrow Daylight e Abandoned Masquerade. No repertório devem constar ainda sucessos de Tom Waits e Joni Mitchel, referência jazzística que ela não abre mão.

A intimidade da diva com a música, e principalmente com o jazz, nasceu cedo. Mas foi nos anos 1990 que sua popularidade cresceu por conta do lançamento de When I Look in your Eyes. O disco a levou para o topo das paradas de sucesso do mundo todo. Nessa época, a pianista permaneceu 52 semanas na primeira posição da categoria jazz da revista Billboard e ganhou dois Grammy, incluindo o de melhor performance vocal. Foi embalada por este sucesso que Diana veio ao Brasil em 1997, sua primeira passagem pelo país.

Depois do sucesso adquirido pelo premiado trabalho, a carreira de Diana transformou-se em uma mistura de turnês e álbuns impecáveis, adorados pelos fãs e aclamados pela crítica. O último lançamento, o DVD Live at the Montreal Jazz Festival traz o show que Diana apresentou em junho do ano passado no Bell Centre, em Montreal. É uma boa alternativa – leia-se mais em conta – para quem não puder ir aos shows. n

Diana Krall – Show. No Via Funchal – r. Funchal, 65, São Paulo. Tel.: 3038-6698. Dias 26 e 27, às 21h30. Ingr.: de R$ 120 a R$ 500.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;