Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia fará segurança também na maratona noturna dos shoppings


Gabriel Batista
Do Diário do Grande ABC

10/12/2005 | 07:46


A Polícia Militar garantiu sexta-feira que dará cobertura aos shoppings do Grande ABC que ficarão abertos por 32 horas nas vésperas do Natal, das 10h do dia 23 às 18h do dia 24. O major José Quesada Farina, do CPA/M-6 (Comando do Policiamento de Área Metropolitano-6), quartel responsável pela PM em todo o Grande ABC, afirmou que haverá patrulhamento a pé, dentro dos shoppings, e com viaturas nos estacionamentos e entornos dos estabelecimentos. Outra operação da PM em shoppings e grandes supermercados está em prática na região há cerca de dez dias. Consiste em rondas com viaturas no estacionamento e arredores desses pontos. A iniciativa partiu da constatação de que ladrões de carro estão utilizando as garagens dos shoppings para esconder veículos roubados por duas ou três horas, para assim despistar a polícia.

Passadas as horas, os criminosos tiram o carro do estacionamento e o levam a desmanches ou outro destino. Mas a operação também tem objetivo de desestimular ladrões que pretendem agir nos arredores de shoppings e supermercados. A principal intenção da PM, segundo o Comando, é marcar presença dentro desses pontos comerciais.

O major da PM Quesada afirma que, desde o início, as rondas em estacionamentos de shoppings têm sido feitas em média três vezes por semana. "Com certeza, essas rondas em shoppings e supermercados vão ocorrer até a metade de janeiro. Mas a nossa intenção é continuar com essas operações além do prazo inicial. Isso, porém, vai depender dos resultados", afirmou o major.

Desde o início da operação, há cerca de dez dias, nenhum veículo roubado foi encontrado em estacionamentos de shoppings e supermercados. O major Quesada, no entanto, diz que o importante é a polícia estar presente de forma ostensiva nesses locais.

Na prática – O Diário acompanhou na tarde de sexta-feira duas Blazer da PM em ronda ao ABC Plaza Shopping, na avenida Industrial, e no Carrefour, na avenida dos Estados, ambos em Santo André. Na chefia da operação estavam os sargentos Bento, da Força Tática do 41º Batalhão, e César, do 10º Batalhão.

Às 17h03, as viaturas seguem em direção ao ABC Plaza. Na frente do shopping, em um ponto de ônibus na calçada do parque Celso Daniel, os sete policiais que participaram da ronda param em diagonal na avenida Industrial e correm com pistolas .40 nas mãos. Revistam quatro jovens em pé no ponto e consultam os números de seus documentos.

Os jovens são separados e cada um responde ao questionamento de um policial, de forma reservada. "O que veio fazer aqui? Está com os outros três? Onde você mora?", pergunta o soldado a um deles. "Vim passear. Sim, tô com eles. Moro na Vila Suíça", responde o rapaz de 21 anos.

O motivo que fez a polícia parar pode passar despercebido à maioria das pessoas, mas tem coerência. "Quando viram a viatura, tentaram sair discretamente. Um deles usa blusa de mangas compridas, mas o clima está quente", explica o sargento César.

Os policiais, então, entram no estacionamento do ABC Plaza. São 17h18. Passam lentamente entre os carros estacionados e ficam à procura de suspeitos. "Não há como verificar a placa de carro por carro, são muitas. O que fazemos é abordar suspeitos e, quando há informação de carro roubado nesta área, procurar no estacionamento", diz o sargento Bento.

As Blazer saem do ABC Plaza e vão ao Carrefour. Lá, às 17h36, um grupo de três homens está dentro de um Voyage, no estacionamento. Os policiais fazem a abordagem e os liberam. "(Os policiais) deveriam estar sempre aqui", comenta o operário Genivaldo Dias, 35 anos, que leva compras ao seu carro e observa a cena.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;