Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mulher é executada na frente da filha de 4 anos em SP


Do Diário OnLine
Com Agências

02/02/2004 | 10:50


A dona de casa Ana Cristina Rodrigues Barbosa foi executada com seis tiros na frente da filha, Kinciane Aparecida Rodrigues Barbosa, quatro anos, na tarde de domingo. O crime ocorreu quando as duas chegavam em casa, na Vila Bonsucesso, em Guarulhos, Grande São Paulo.

Segundo a polícia, elas retornavam da Penitenciária do Estado, na zona Norte de São Paulo, onde visitaram Lúcio Cléber da Silva, ex-companheiro de Ana. Ainda de acordo com o delegado Osvaldo Scaleze Jr., do 9º Distrito Policial (Carandiru), horas depois da execução das duas Cléber da Silva foi encontrado enforcado com um lençol.

Scaleze Jr. explicou que um detento confessou a morte de Silva, mas acredita que ele tenha sido obrigado a fazê-lo pelos verdadeiros autores do crime.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mulher é executada na frente da filha de 4 anos em SP

Do Diário OnLine
Com Agências

02/02/2004 | 10:50


A dona de casa Ana Cristina Rodrigues Barbosa foi executada com seis tiros na frente da filha, Kinciane Aparecida Rodrigues Barbosa, quatro anos, na tarde de domingo. O crime ocorreu quando as duas chegavam em casa, na Vila Bonsucesso, em Guarulhos, Grande São Paulo.

Segundo a polícia, elas retornavam da Penitenciária do Estado, na zona Norte de São Paulo, onde visitaram Lúcio Cléber da Silva, ex-companheiro de Ana. Ainda de acordo com o delegado Osvaldo Scaleze Jr., do 9º Distrito Policial (Carandiru), horas depois da execução das duas Cléber da Silva foi encontrado enforcado com um lençol.

Scaleze Jr. explicou que um detento confessou a morte de Silva, mas acredita que ele tenha sido obrigado a fazê-lo pelos verdadeiros autores do crime.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;