Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Israel diz que Faixa de Gaza não será 'prisão' após saída de colonos


Do Diário OnLine
Com AFP

18/08/2005 | 09:38


A Faixa de Gaza se abrirá ao Egito e à Cisjordânia depois da retirada israelense e não se transformará em uma prisão para palestinos. A promessa foi feita pelo chanceler israelense, Sylvan Shalom, em uma entrevista publicada pelo jornal Al-Yom, do Kuwait.

"Gaza se abrirá ao Egito, às delegações estrangeiras, permitirá a entrada de ajudas e mercadorias a partir de Cisjordânia e através do território israelense", disse Shalom, desmentindo que a Faixa desocupada se transformaria em uma "prisão".

"Israel não tem a intenção de dificultar os deslocamentos e a movimentação entre Gaza e Cisjordânia. Haverá uma passagem entre ambas", acrescentou.

ONU- O ministro das Relações Exteriores afirmou que o governo palestino estuda a possibilidade de pedir ao Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) que vote uma resolução que declare o fim da ocupação de Gaza.

Shalom também pediu o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, que adote "posições firmes" em relação aos movimentos islamitas Hamas e Jihad Islâmico.

"Abbas deve tomar posições firmes sobre o Hamas e a Jihad Islâmica, que desejam impor sua tutela sobre as regiões que Israel vai devolver à Autoridade Palestina e não ao Hamas nem à Jihad Islâmica", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;