Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Nem tente chutar: não funciona!


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

07/08/2011 | 07:00


Desde 2009, o Enem é dividido em dois dias de prova, com total de 180 questões de múltipla escolha. São 45 para cada uma das quatro áreas do conhecimento: Ciências Humanas e Ciências da Natureza com prova aplicada no sábado (dia 22) e Matemática e Linguagens, além da redação, no domingo (23). Antes, o exame era composto por apenas 63 testes aplicados em uma única data.

Mais do que o conteúdo - que é reduzido em relação às provas da Fuvest -, o exame avalia as capacidades do aluno, por exemplo, de dominar o idioma e conhecimentos matemáticos, científicos e artísticos. Também analisa a habilidade de compreender fenômenos naturais e processos históricos e geográficos. Até mesmo a aptidão de elaborar propostas para intervir na realidade, respeitando valores humanos, é levada em conta.

No exame nem sempre quem acerta mais questões tem nota final maior. Isso acontece porque cada pergunta tem valor diferente em função do seu grau de dificuldade. Na prova, os exercícios fáceis, médios e difíceis estão misturados; não dá para percebê-los. Por meio do sistema chamado TRI (Teoria da Resposta ao Item), que usa cálculos matemáticos e estatística, calcula-se a nota. Por isso, chutar não funciona!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;