Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Botafogo perde na Argentina e está fora da Libertadores



10/04/2014 | 00:09


O Botafogo se despediu da Libertadores na noite desta quarta-feira, ao perder por 3 a 0 para o San Lorenzo, em Buenos Aires. A equipe carioca voltou à competição após 18 anos de ausência, mas não teve competência para avançar além da fase de grupos - uma vitória na Argentina, pela última rodada do Grupo 2, lhe daria a vaga, o que não conseguiu fazer.

No finalzinho do jogo, Piatti fez o terceiro gol do San Lorenzo, o que garantiu a vaga do time para as oitavas de final. Até então, perdia o segundo lugar do Grupo 2 para o Independiente del Valle, que venceu a já classificada Unión Española por 5 a 4, no Chile.

Acuado desde o início do jogo, o Botafogo não conseguia chegar ao ataque. O San Lorenzo pressionava apoiado por mais de 30 mil pessoas, que não paravam de cantar e de incentivar o time. Por duas vezes, esteve próximo de abrir o placar, mas o goleiro Jefferson salvou a equipe carioca.

Depois, numa saída errada de Jorge Wagner no meio de campo, o San Lorenzo foi rápido e Villalba finalizou forte. A bola bateu em Júlio Cesar e enganou o goleiro botafoguense: 1 a 0, aos 28 minutos.

Com a vantagem, o San Lorenzo exerceu domínio absoluto. O Botafogo não conseguia organizar nenhuma jogada perigosa e se via em situação cada vez mais delicada. Do banco de reservas, o técnico Eduardo Hungaro, agora com o cargo ameaçado, não esboçava reação.

Só houve, a rigor, uma chance para o Botafogo no primeiro tempo, numa falta da entrada da área. Na cobrança de Jorge Wagner, a bola parou na barreira.

Na etapa final, pouco mudou. O San Lorenzo envolvia o Botafogo no toque de bola e na velocidade. Numa falha de Airton, Piatti chutou com precisão e ampliou. Com menos de 10 minutos do segundo tempo, a apatia botafoguense já deixava claro que seria improvável uma reviravolta em Buenos Aires.

Aos 43 minutos, a zaga do Botafogo "cochilou" e Piatti entrou livre para fechar o placar. A festa dos donos da casa demoraria mais um pouco para começar. Era preciso esperar o fim do jogo no Chile. Se o Independiente del Valle marcasse mais um gol, a equipe argentina estaria eliminada. Mas o placar de 5 a 4 foi mantido no país vizinho e a vaga do San Lorenzo, garantida.

FICHA TÉCNICA:

SAN LORENZO 3 X 0 BOTAFOGO

SAN LORENZO - Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más (Navarro); Mercier, Ortiqosa, Villalba (Cavallaro) e Piatti; Matos e Correa (Elizari). Técnico - Edgardo Bauza.

BOTAFOGO - Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Júlio Cesar; Airton (Bolatti), Gabriel (Henrique), Lodeiro, Jorge Wagner e Wallyson (Fabiano); e Ferreyra. Técnico - Eduardo Hungaro.

GOLS - Villalba, aos 28 minutos do primeiro tempo; Piatti, aos 8 e aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Juan Soto (VEN).

CARTÃO AMARELO - Gentiletti, Correa, Piatti e Bolatti.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires (ARG).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Botafogo perde na Argentina e está fora da Libertadores


10/04/2014 | 00:09


O Botafogo se despediu da Libertadores na noite desta quarta-feira, ao perder por 3 a 0 para o San Lorenzo, em Buenos Aires. A equipe carioca voltou à competição após 18 anos de ausência, mas não teve competência para avançar além da fase de grupos - uma vitória na Argentina, pela última rodada do Grupo 2, lhe daria a vaga, o que não conseguiu fazer.

No finalzinho do jogo, Piatti fez o terceiro gol do San Lorenzo, o que garantiu a vaga do time para as oitavas de final. Até então, perdia o segundo lugar do Grupo 2 para o Independiente del Valle, que venceu a já classificada Unión Española por 5 a 4, no Chile.

Acuado desde o início do jogo, o Botafogo não conseguia chegar ao ataque. O San Lorenzo pressionava apoiado por mais de 30 mil pessoas, que não paravam de cantar e de incentivar o time. Por duas vezes, esteve próximo de abrir o placar, mas o goleiro Jefferson salvou a equipe carioca.

Depois, numa saída errada de Jorge Wagner no meio de campo, o San Lorenzo foi rápido e Villalba finalizou forte. A bola bateu em Júlio Cesar e enganou o goleiro botafoguense: 1 a 0, aos 28 minutos.

Com a vantagem, o San Lorenzo exerceu domínio absoluto. O Botafogo não conseguia organizar nenhuma jogada perigosa e se via em situação cada vez mais delicada. Do banco de reservas, o técnico Eduardo Hungaro, agora com o cargo ameaçado, não esboçava reação.

Só houve, a rigor, uma chance para o Botafogo no primeiro tempo, numa falta da entrada da área. Na cobrança de Jorge Wagner, a bola parou na barreira.

Na etapa final, pouco mudou. O San Lorenzo envolvia o Botafogo no toque de bola e na velocidade. Numa falha de Airton, Piatti chutou com precisão e ampliou. Com menos de 10 minutos do segundo tempo, a apatia botafoguense já deixava claro que seria improvável uma reviravolta em Buenos Aires.

Aos 43 minutos, a zaga do Botafogo "cochilou" e Piatti entrou livre para fechar o placar. A festa dos donos da casa demoraria mais um pouco para começar. Era preciso esperar o fim do jogo no Chile. Se o Independiente del Valle marcasse mais um gol, a equipe argentina estaria eliminada. Mas o placar de 5 a 4 foi mantido no país vizinho e a vaga do San Lorenzo, garantida.

FICHA TÉCNICA:

SAN LORENZO 3 X 0 BOTAFOGO

SAN LORENZO - Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más (Navarro); Mercier, Ortiqosa, Villalba (Cavallaro) e Piatti; Matos e Correa (Elizari). Técnico - Edgardo Bauza.

BOTAFOGO - Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Júlio Cesar; Airton (Bolatti), Gabriel (Henrique), Lodeiro, Jorge Wagner e Wallyson (Fabiano); e Ferreyra. Técnico - Eduardo Hungaro.

GOLS - Villalba, aos 28 minutos do primeiro tempo; Piatti, aos 8 e aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Juan Soto (VEN).

CARTÃO AMARELO - Gentiletti, Correa, Piatti e Bolatti.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires (ARG).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;