Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pode sair nesta quinta nome do sucessor de Saulo


Bignardi Junior
Do Diário do Grande ABC

15/11/2006 | 22:31


A eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ribeirão Pires ainda está em banho-maria. Marcada para acontecer apenas no próximo dia 5, os 11 vereadores confabulam para ver se chegam a um denominador comum, ou melhor, a um nome de consenso para substituir Saulo Benevides (PV), atual presidente da Casa de Leis.

Após a afirmação do prefeito Clóvis Volpi de que a principal cadeira do Legislativo ficaria com o PDT, Dedé de Menezes e José Nelson entraram em acordo de que o nome seria indicado pelo próprio chefe do Executivo. No entanto, Volpi não se manifestou, o que poderá acontecer até o final da semana.

Para José Nelson, a decisão do prefeito será incontestável, assim como acredita que haverá chapa única para a composição da Mesa Diretora. “Não posso falar por nenhum outro colega. Apenas acho que isso acontecerá”, afirmou o pedetista.

Fiel da balança – A vereadora de oposição Professora Elzinha (PT) diz ter consciência que poderá se tornar peça-chave no desenrolar da novela Presidente da Câmara.

“Sei disso, mas estamos todos em negociação e poderei até sair como nome de consenso por ser a única mulher da Casa”, comentou a petista. Elzinha, no entanto, fez questão de frisar que ninguém poderá fazer acordos políticos em seu nome. “Tenho autonomia para decidir quem irei apoiar.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pode sair nesta quinta nome do sucessor de Saulo

Bignardi Junior
Do Diário do Grande ABC

15/11/2006 | 22:31


A eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ribeirão Pires ainda está em banho-maria. Marcada para acontecer apenas no próximo dia 5, os 11 vereadores confabulam para ver se chegam a um denominador comum, ou melhor, a um nome de consenso para substituir Saulo Benevides (PV), atual presidente da Casa de Leis.

Após a afirmação do prefeito Clóvis Volpi de que a principal cadeira do Legislativo ficaria com o PDT, Dedé de Menezes e José Nelson entraram em acordo de que o nome seria indicado pelo próprio chefe do Executivo. No entanto, Volpi não se manifestou, o que poderá acontecer até o final da semana.

Para José Nelson, a decisão do prefeito será incontestável, assim como acredita que haverá chapa única para a composição da Mesa Diretora. “Não posso falar por nenhum outro colega. Apenas acho que isso acontecerá”, afirmou o pedetista.

Fiel da balança – A vereadora de oposição Professora Elzinha (PT) diz ter consciência que poderá se tornar peça-chave no desenrolar da novela Presidente da Câmara.

“Sei disso, mas estamos todos em negociação e poderei até sair como nome de consenso por ser a única mulher da Casa”, comentou a petista. Elzinha, no entanto, fez questão de frisar que ninguém poderá fazer acordos políticos em seu nome. “Tenho autonomia para decidir quem irei apoiar.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;