Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Leilões extraordinários custaram R$ 2,089 bilhões, diz Tesouro



30/05/2018 | 17:55


O coordenador-geral de operações da dívida pública, Luis Felipe Vital, comentou nesta quarta-feira, 30, os leilões extraordinários realizados pelo Tesouro Nacional nesta semana, com a oferta de recompra de 3,250 milhões de papéis, mas a compra efetiva de apenas 2,1 milhões de títulos. O valor total das operações foi de R$ 2,089 bilhões.

"Na segunda-feira ofertamos a recompra de 1 milhão de títulos e compramos muito menos que o limite, apenas 280 mil. Na terça ofertamos a recompra de 750 mil papéis, e compramos próximo desse limite. Nesta quarta ofertamos a recompra de 1,5 milhão de papéis e compramos 1,1 milhão", relatou.

O subsecretário da dívida pública, José Franco Morais, explicou que a procura menor pelo mercado na segunda-feira em parte pode ser justificada pelo feriado nos Estados Unidos. "O interesse geral dos investidores foi um pouco inferior do que o Tesouro estava disposto a recomprar. Ainda assim, algumas propostas não foram aceitas pelo Tesouro", completou.

Vital lembrou que o Plano Anual de Financiamento (PAF) permite ao Tesouro a realização de leilões extraordinários em momentos de maior volatilidade. "No começo do ano, as condições eram boas e o Tesouro conseguiu ter um ritmo maior de emissões. Com maior volatilidade em abril e maio, porém, o Tesouro reduziu o ritmo de emissões, reduzindo a colocação de risco no mercado", explicou.

O Tesouro Nacional informou na última sexta-feira que, "em razão das condições vigentes no mercado financeiro", realizaria leilões diários de compra ou de compra e venda de Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F) nesta semana.

Os leilões foram realizados de segunda (28) até esta quarta-feira, e a operação envolveu papéis com vencimento em 01/01/2025, 01/01/2027 e 01/01/2029.

Além disso, foram cancelados os leilões tradicionais de venda de Notas do Tesouro Nacional Série B (NTN-B) programados para terça-feira, 29, e venda de Letras do Tesouro Nacional (LTN) e de Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F) programado para esta quarta-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Leilões extraordinários custaram R$ 2,089 bilhões, diz Tesouro


30/05/2018 | 17:55


O coordenador-geral de operações da dívida pública, Luis Felipe Vital, comentou nesta quarta-feira, 30, os leilões extraordinários realizados pelo Tesouro Nacional nesta semana, com a oferta de recompra de 3,250 milhões de papéis, mas a compra efetiva de apenas 2,1 milhões de títulos. O valor total das operações foi de R$ 2,089 bilhões.

"Na segunda-feira ofertamos a recompra de 1 milhão de títulos e compramos muito menos que o limite, apenas 280 mil. Na terça ofertamos a recompra de 750 mil papéis, e compramos próximo desse limite. Nesta quarta ofertamos a recompra de 1,5 milhão de papéis e compramos 1,1 milhão", relatou.

O subsecretário da dívida pública, José Franco Morais, explicou que a procura menor pelo mercado na segunda-feira em parte pode ser justificada pelo feriado nos Estados Unidos. "O interesse geral dos investidores foi um pouco inferior do que o Tesouro estava disposto a recomprar. Ainda assim, algumas propostas não foram aceitas pelo Tesouro", completou.

Vital lembrou que o Plano Anual de Financiamento (PAF) permite ao Tesouro a realização de leilões extraordinários em momentos de maior volatilidade. "No começo do ano, as condições eram boas e o Tesouro conseguiu ter um ritmo maior de emissões. Com maior volatilidade em abril e maio, porém, o Tesouro reduziu o ritmo de emissões, reduzindo a colocação de risco no mercado", explicou.

O Tesouro Nacional informou na última sexta-feira que, "em razão das condições vigentes no mercado financeiro", realizaria leilões diários de compra ou de compra e venda de Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F) nesta semana.

Os leilões foram realizados de segunda (28) até esta quarta-feira, e a operação envolveu papéis com vencimento em 01/01/2025, 01/01/2027 e 01/01/2029.

Além disso, foram cancelados os leilões tradicionais de venda de Notas do Tesouro Nacional Série B (NTN-B) programados para terça-feira, 29, e venda de Letras do Tesouro Nacional (LTN) e de Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F) programado para esta quarta-feira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;