Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Vidro elétrico de carro mata criança de 3 anos em Santos


Do Diário OnLine
Com Agências

30/12/2004 | 11:28


O menino Luiz Fernando Castellan Engler, 3 anos, morreu na última quarta-feira após ter o pescoço prensado pelo vidro elétrico do carro da família, em Santos, no litoral de São Paulo. O garoto estava na casa da avó, Maria Lúcia Borin, que estava com mais duas empregadas no momento do acidente.

Luiz Fernando conseguiu pegar a chave do veículo, mas não se sabe ao certo como o vidro foi acionado e nem quanto tempo ele ficou preso. Ninguém percebeu que o garoto estava na garagem, por isso o socorro só foi chamado quando o encontraram. Ele foi levado a um hospital local, mas não resistiu aos ferimentos.

A polícia vai investigar as causas do acidente. O Toyota Corolla foi apreendido e será avaliado por peritos do Instituto de Criminalística. O corpo de Luiz Fernando foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), e o caso foi registrado no 3º Departamento de Polícia de Santos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vidro elétrico de carro mata criança de 3 anos em Santos

Do Diário OnLine
Com Agências

30/12/2004 | 11:28


O menino Luiz Fernando Castellan Engler, 3 anos, morreu na última quarta-feira após ter o pescoço prensado pelo vidro elétrico do carro da família, em Santos, no litoral de São Paulo. O garoto estava na casa da avó, Maria Lúcia Borin, que estava com mais duas empregadas no momento do acidente.

Luiz Fernando conseguiu pegar a chave do veículo, mas não se sabe ao certo como o vidro foi acionado e nem quanto tempo ele ficou preso. Ninguém percebeu que o garoto estava na garagem, por isso o socorro só foi chamado quando o encontraram. Ele foi levado a um hospital local, mas não resistiu aos ferimentos.

A polícia vai investigar as causas do acidente. O Toyota Corolla foi apreendido e será avaliado por peritos do Instituto de Criminalística. O corpo de Luiz Fernando foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), e o caso foi registrado no 3º Departamento de Polícia de Santos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;