Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Abalados, S.Caetano e Corinthians lutam para manter o foco


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

28/11/2004 | 14:11


Em meio ao tumulto que as duas equipes vivem fora dos gramados, São Caetano e Corinthians se enfrentam neste domingo, às 16h no estádio Anacleto Campanella, para fugir da semana tensa que enfrentaram. A busca é pelo retorno do foco da competição, já que os dois têm objetivos nesta reta final. Enquanto o Azulão ainda sonha com o título e a vaga na Copa Libertadores da América, o alvinegro do Parque São Jorge quer se manter entre os oito melhores para ficar com uma vaga na Copa Sul-Americana.

Mesmo com a possibilidade de perder 24 pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na próxima quinta-feira, ninguém do elenco do São Caetano pensa em desperdiçar a concentração no Brasileiro e vai em busca de mais uma vitória em casa para seguir na cola de Atlético-PR e Santos, que estão na ponta da tabela. O grupo se mantém afastado dos problemas judiciais que enfrentam o presidente Nairo Ferreira de Souza e o médico Paulo Forte pela morte do zagueiro Serginho. O técnico Péricles Chamusca pediu a seus jogadores que não se preocupem com o futuro, apenas tenham a atenção voltada para o Corinthians.

O Timão também sabe bem o que é problema. Durante a semana, foi votada no Conselho Deliberativo do clube a parceria com a MSI, que desagrada oposição do alvinegro e o técnico Tite. O treinador já avisou que sai do comando da equipe na próxima temporada com a chegada dos ingleses.

Com 74 pontos no Campeonato Brasileiro e 22 vitórias, só mais um resultado positivo faz com que o Azulão continue seu sonho de correr atrás dos líderes. Esta não é a única motivação da equipe de Chamusca, que quer, no mínimo, garantir sua vaga na Copa Libertadores. Para isso, não pode perder a quarta colocação. O Corinthians tem 65 pontos, 17 vitórias e só pensa em poder disputar uma competição internacional no ano que vem.

Vantagem – Em busca da vitória, o São Caetano leva vantagem nos confrontos diante do alvinegro. Até hoje foram 11 jogos, com seis vitórias do Azulão, dois empates e apenas uma derrota.

No primeiro turno, no Pacaembu, o Corinthians venceu o São Caetano por 2 a 0, na primeira vez que o técnico Tite enfrentou sua ex-equipe. Por ter passado um período dirigindo o time do Grande ABC, Tite conhece bem seus ex-comandados e, por isso, os jogadores do Azulão sabem que terão dificuldades na partida deste domingo. "Ele sabe motivar uma equipe como poucos. Tenho certeza que é isso que vai usar contra nós", disse o volante Marcelo Mattos, que completa cem jogos com a camisa do São Caetano esta tarde.

Esta é, também, mais uma oportunidade de Tite mostrar ao presidente Alberto Dualib que vai perder o profissional que tirou a equipe da zona de rebaixamento e a levou para uma briga entre os oito melhores do Brasil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Abalados, S.Caetano e Corinthians lutam para manter o foco

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

28/11/2004 | 14:11


Em meio ao tumulto que as duas equipes vivem fora dos gramados, São Caetano e Corinthians se enfrentam neste domingo, às 16h no estádio Anacleto Campanella, para fugir da semana tensa que enfrentaram. A busca é pelo retorno do foco da competição, já que os dois têm objetivos nesta reta final. Enquanto o Azulão ainda sonha com o título e a vaga na Copa Libertadores da América, o alvinegro do Parque São Jorge quer se manter entre os oito melhores para ficar com uma vaga na Copa Sul-Americana.

Mesmo com a possibilidade de perder 24 pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na próxima quinta-feira, ninguém do elenco do São Caetano pensa em desperdiçar a concentração no Brasileiro e vai em busca de mais uma vitória em casa para seguir na cola de Atlético-PR e Santos, que estão na ponta da tabela. O grupo se mantém afastado dos problemas judiciais que enfrentam o presidente Nairo Ferreira de Souza e o médico Paulo Forte pela morte do zagueiro Serginho. O técnico Péricles Chamusca pediu a seus jogadores que não se preocupem com o futuro, apenas tenham a atenção voltada para o Corinthians.

O Timão também sabe bem o que é problema. Durante a semana, foi votada no Conselho Deliberativo do clube a parceria com a MSI, que desagrada oposição do alvinegro e o técnico Tite. O treinador já avisou que sai do comando da equipe na próxima temporada com a chegada dos ingleses.

Com 74 pontos no Campeonato Brasileiro e 22 vitórias, só mais um resultado positivo faz com que o Azulão continue seu sonho de correr atrás dos líderes. Esta não é a única motivação da equipe de Chamusca, que quer, no mínimo, garantir sua vaga na Copa Libertadores. Para isso, não pode perder a quarta colocação. O Corinthians tem 65 pontos, 17 vitórias e só pensa em poder disputar uma competição internacional no ano que vem.

Vantagem – Em busca da vitória, o São Caetano leva vantagem nos confrontos diante do alvinegro. Até hoje foram 11 jogos, com seis vitórias do Azulão, dois empates e apenas uma derrota.

No primeiro turno, no Pacaembu, o Corinthians venceu o São Caetano por 2 a 0, na primeira vez que o técnico Tite enfrentou sua ex-equipe. Por ter passado um período dirigindo o time do Grande ABC, Tite conhece bem seus ex-comandados e, por isso, os jogadores do Azulão sabem que terão dificuldades na partida deste domingo. "Ele sabe motivar uma equipe como poucos. Tenho certeza que é isso que vai usar contra nós", disse o volante Marcelo Mattos, que completa cem jogos com a camisa do São Caetano esta tarde.

Esta é, também, mais uma oportunidade de Tite mostrar ao presidente Alberto Dualib que vai perder o profissional que tirou a equipe da zona de rebaixamento e a levou para uma briga entre os oito melhores do Brasil.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;