Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo vence e fica perto de vaga

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em Ribeirão Preto, time bate Bragantino por 2 a 1 e pode até perder para seguir na Copa do Brasil


Thiago Bassan
Do Diário do Grande ABC

31/07/2014 | 07:00


O São Paulo deu passo importante para garantir sua vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Jogando o básico, o Tricolor venceu o Bragantino por 2 a 1, ontem à noite, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, na partida de ida da terceira fase do torneio nacional. Com o resultado, o time de Muricy Ramalho pode até perder por 1 a 0 no jogo de volta, no dia 13 de agosto, no Morumbi, para se classificar.

O placar de 2 a 1 para o Bragantino leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outra vitória do time do Interior garante sua classificação. Empate ou outro resultado favorável classifica o Tricolor.

Desde o início, o São Paulo <EM>mostrava extrema supremacia. Com toque de bola rápido, o Tricolor envolvia o adversário facilmente e sequer era ameaçado nos primeiros minutos de partida.

O time pressionava bastante e, após algumas chances desperdiçadas, abriu o placar aos 16 minutos. Alexandre Pato bateu escanteio, e o lateral-esquerdo do Massa Bruta, Bruno Recife, subiu junto com Rodrigo Caio e cabeceou contra as próprias redes: 1 a 0.

Se já estava fácil, a partida ficou praticamente nas mãos do São Paulo. A equipe de Muricy Ramalho ditava o ritmo do duelo e só não conseguiu marcar mais gols por conta da agilidade do goleiro adversário. Aos 31, Ganso tentou encobrir Renan, mas o arqueiro do Bragantino fez ótima defesa.

Depois de muito tempo na defesa, o Bragantino, enfim, resolveu atacar. E levou bastante perigo à meta de Rogério Ceni. Com 42 minutos, Robertinho desviou de cabeça e a bola acertou a trave.

Veio o segundo tempo e o São Paulo perdeu um pouco das características que apresentou na etapa inicial. O Bragantino passou a atacar mais, só que não conseguia concluir com objetividade.

Aos poucos, o Tricolor voltou a ficar mais tempo com a bola nos pés. E mais uma vez Renan apareceu, para evitar o gol de Paulo Henrique Ganso aos 16. O jogo seguia normalmente até que, com 28 minutos, surgiu o lance mais polêmico da partida. O árbitro Thiago Duarte Peixoto viu empurrão de Robertinho em Alvaro Pereira e marcou pênalti. Alexandre Pato bateu forte e ampliou: 2 a 0.

Quando o jogo se encaminhava para o final, aos 38, Léo Jaime invadiu a área e cruzou. Luisinho, com o gol vazio, diminuiu o placar, dando esperança para o Bragantino no jogo de volta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Paulo vence e fica perto de vaga

Em Ribeirão Preto, time bate Bragantino por 2 a 1 e pode até perder para seguir na Copa do Brasil

Thiago Bassan
Do Diário do Grande ABC

31/07/2014 | 07:00


O São Paulo deu passo importante para garantir sua vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Jogando o básico, o Tricolor venceu o Bragantino por 2 a 1, ontem à noite, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, na partida de ida da terceira fase do torneio nacional. Com o resultado, o time de Muricy Ramalho pode até perder por 1 a 0 no jogo de volta, no dia 13 de agosto, no Morumbi, para se classificar.

O placar de 2 a 1 para o Bragantino leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outra vitória do time do Interior garante sua classificação. Empate ou outro resultado favorável classifica o Tricolor.

Desde o início, o São Paulo <EM>mostrava extrema supremacia. Com toque de bola rápido, o Tricolor envolvia o adversário facilmente e sequer era ameaçado nos primeiros minutos de partida.

O time pressionava bastante e, após algumas chances desperdiçadas, abriu o placar aos 16 minutos. Alexandre Pato bateu escanteio, e o lateral-esquerdo do Massa Bruta, Bruno Recife, subiu junto com Rodrigo Caio e cabeceou contra as próprias redes: 1 a 0.

Se já estava fácil, a partida ficou praticamente nas mãos do São Paulo. A equipe de Muricy Ramalho ditava o ritmo do duelo e só não conseguiu marcar mais gols por conta da agilidade do goleiro adversário. Aos 31, Ganso tentou encobrir Renan, mas o arqueiro do Bragantino fez ótima defesa.

Depois de muito tempo na defesa, o Bragantino, enfim, resolveu atacar. E levou bastante perigo à meta de Rogério Ceni. Com 42 minutos, Robertinho desviou de cabeça e a bola acertou a trave.

Veio o segundo tempo e o São Paulo perdeu um pouco das características que apresentou na etapa inicial. O Bragantino passou a atacar mais, só que não conseguia concluir com objetividade.

Aos poucos, o Tricolor voltou a ficar mais tempo com a bola nos pés. E mais uma vez Renan apareceu, para evitar o gol de Paulo Henrique Ganso aos 16. O jogo seguia normalmente até que, com 28 minutos, surgiu o lance mais polêmico da partida. O árbitro Thiago Duarte Peixoto viu empurrão de Robertinho em Alvaro Pereira e marcou pênalti. Alexandre Pato bateu forte e ampliou: 2 a 0.

Quando o jogo se encaminhava para o final, aos 38, Léo Jaime invadiu a área e cruzou. Luisinho, com o gol vazio, diminuiu o placar, dando esperança para o Bragantino no jogo de volta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;