Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André vira contra o Nacional e também se garante

Gol de pênalti aos 46 minutos do segundo tempo põe time da região na segunda fase


Anderson Fattori

07/01/2018 | 07:00


 O Santo André conquistou virada heroica para assegurar vaga antecipada na segunda fase da Copa São Paulo. Ontem, diante do Nacional, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, o time perdia por 2 a 1 até os 35 minutos do segundo tempo, mas com gols de Dakian e de Carvalho, o último aos 46 minutos, fez 3 a 2 e garantiu, matematicamente, a classificação.

Com seis pontos, o Ramalhinho divide a liderança do Grupo 31 com a surpresa São Paulo-AP, que ontem fez 3 a 1, de virada, sobre o ABC-RN. As equipes se enfrentam na terça-feira para decidir quem termina a primeira fase na liderança – o empate favorece o time do Amapá que tem melhor saldo de gols: três contra dois.

Douglas foi o nome do tempo inicial. Primeiro o meia andreense exigiu duas boas defesas de Philip e depois colocou Léo em ótima condição para abrir o placar e marcar seu segundo gol na Copinha.

O Nacional voltou com outra postura no segundo tempo e virou a partida em dez minutos. Josiel aproveitou defesa parcial de Guilherme para empatar. Felipe cobrou pênalti, o goleiro andreense defendeu, mas não conseguiu impedir o gol no rebote.

Foi então que o Santo André voltou a colocar a bola no chão e criar oportunidades para marcar. O empate só aconteceu aos 35 minutos, por intermédio de Dakian, que havia entrado no segundo tempo e completou cruzamento rasteiro para o fundo da rede.

A pressão andreense cresceu nos instantes finais, mesmo contra os anfitriões, e a virada foi estabelecida nos acréscimos, aos 46. quando Carvalho cobrou pênalti no ângulo de Philip e definiu a vitória e a classificação antecipada.

“Foi um jogo difícil, mas é este tipo de partida que gostamos, contra adversários que tiram o nosso melhor. Estamos aqui para grandes desafios, não queremos jogos tranquilos. Desfocamos por dez minutos (no início do segundo tempo) e isso quase custou a vitória, mas fiquei feliz com nosso desempenho”, avaliou o técnico do Santo André, José Carlos Palhavam. “Criamos várias oportunidades, o goleiro deles saiu de campo como o melhor e isso é importante”, acrescentou o treinador.

Apesar de ter vencido as duas partidas, Palhavam quer extrair mais da equipe. “Estamos satisfeitos, mas entendemos que tivemos falhas. Precisamos melhorar a finalização. Estou no clube há 25 dias e, por conta do campo pesado que temos jogado, vamos ter de evoluir na conversa para continuar crescendo”, finalizou



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;