Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pesquisa revela que um jornalista é morto a cada 18 dias


Do Diário do Grande ABC

14/10/2000 | 13:25


A violência contra a liberdade de imprensa na América Latina provocou a morte de 223 jornalistas no exercício de suas profissoes durante os últimos 11 anos, de acordo com dados que a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) analisará a partir deste domingo em Santiago.

Esses números representam a morte de 20 jornalistas por ano, sendo um a cada 18 dias, em uma profissao que se torna cada vez mais perigosa.

A organizaçao, que reúne diretores e editores de aproximadamente 1.300 jornais e revistas do continente, celebrará em Santiago sua 56ª assembléia anual na terça e quarta-feiras da próxima semana, com a presença dos presidentes do Chile, Ricardo Lagos; da Argentina, Fernando de la Rúa; e do Uruguai, Jorge Batlle.

Mas, no domingo, a SIP iniciará os debates prévios do encontro anual através de sua Comissao de Liberdade de Imprensa para conhecer os dados de cada país.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pesquisa revela que um jornalista é morto a cada 18 dias

Do Diário do Grande ABC

14/10/2000 | 13:25


A violência contra a liberdade de imprensa na América Latina provocou a morte de 223 jornalistas no exercício de suas profissoes durante os últimos 11 anos, de acordo com dados que a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) analisará a partir deste domingo em Santiago.

Esses números representam a morte de 20 jornalistas por ano, sendo um a cada 18 dias, em uma profissao que se torna cada vez mais perigosa.

A organizaçao, que reúne diretores e editores de aproximadamente 1.300 jornais e revistas do continente, celebrará em Santiago sua 56ª assembléia anual na terça e quarta-feiras da próxima semana, com a presença dos presidentes do Chile, Ricardo Lagos; da Argentina, Fernando de la Rúa; e do Uruguai, Jorge Batlle.

Mas, no domingo, a SIP iniciará os debates prévios do encontro anual através de sua Comissao de Liberdade de Imprensa para conhecer os dados de cada país.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;