Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em Salvador, candidatos pedem a 'bênção' do Bonfim na largada da campanha



26/09/2020 | 16:12


Benção em igrejas, caminhada e carreata vão dar o tom do primeiro dia de campanha oficial em Salvador, apesar das orientações sanitárias para evitar atos de rua em razão da covid-19. Logo pela manhã do domingo, dia 27, três candidatos devem "se esbarrar" nas escadarias da Basílica do Bonfim.

Os principais adversários políticos nas eleições em Salvador, Bruno Reis (DEM) e Denice Santiago (PT), ao lado do prefeito ACM Neto (DEM) e do governador Rui Costa (PT), com seus respectivos cabos eleitorais, assistem ao culto das 9h para pedir a bênção ao Senhor do Bonfim. A candidata Olívia Santana (PCdoB) pegará a missa das 7h, que finaliza na hora em que seus adversários devem estar chegando ao local.

Na Bahia, pedir a bênção ao Senhor do Bonfim está associado à proteção. Para os candidatos, funciona também como primeiro contato com os eleitores que, este ano, deveria ocorrer à distância em razão da covid-19.

As coordenações de campanha informaram que todos os protocolos de segurança serão cumpridos, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. Os candidatos também estão evitando chamar militantes e simpatizantes. Denice, por exemplo, vai transmitir sua visita ao Bonfim nas redes sociais.

Nos 13 dias que antecedem o início do horário eleitoral gratuito no rádio e TV, que começa dia 9, candidatos devem apostar nas redes sociais e atos de rua que evitem aglomerações, informam as assessorias de imprensa.

O candidato Bacelar (Podemos) decidiu pedir proteção à Santa Dulce dos Pobres, na paróquia que leva seu nome, em um bairro popular. Para "abrir os caminhos" durante a campanha, ao final da missa vai tomar "banho de pipoca", utilizado no candomblé como símbolo de purificação e limpeza.

O candidato Celsinho Cotrim (PROS) fará caminhada com o ex-campeão mundial de boxe e seu vice, Acelino Popó, no bairro popular de Lobato, subúrbio da capital. Segundo Cotrim, a caminhada será limitada a 15 pessoas, com máscara, distanciamento, álcool em gel "e só com acenos de mão, não com abraço nem aperto de mão".

Candidato conservador, Cezar Leite (PRTB) optou por uma carreata, pela manhã, na orla marítima, rumo ao Farol da Barra, cartão postal de Salvador. Os outros candidatos, Hilton Coelho (PSOL), Rodrigo Pereira (PCO) e Pastor Sargento Isidório (Avante) não informaram a agenda de campanha.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em Salvador, candidatos pedem a 'bênção' do Bonfim na largada da campanha


26/09/2020 | 16:12


Benção em igrejas, caminhada e carreata vão dar o tom do primeiro dia de campanha oficial em Salvador, apesar das orientações sanitárias para evitar atos de rua em razão da covid-19. Logo pela manhã do domingo, dia 27, três candidatos devem "se esbarrar" nas escadarias da Basílica do Bonfim.

Os principais adversários políticos nas eleições em Salvador, Bruno Reis (DEM) e Denice Santiago (PT), ao lado do prefeito ACM Neto (DEM) e do governador Rui Costa (PT), com seus respectivos cabos eleitorais, assistem ao culto das 9h para pedir a bênção ao Senhor do Bonfim. A candidata Olívia Santana (PCdoB) pegará a missa das 7h, que finaliza na hora em que seus adversários devem estar chegando ao local.

Na Bahia, pedir a bênção ao Senhor do Bonfim está associado à proteção. Para os candidatos, funciona também como primeiro contato com os eleitores que, este ano, deveria ocorrer à distância em razão da covid-19.

As coordenações de campanha informaram que todos os protocolos de segurança serão cumpridos, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. Os candidatos também estão evitando chamar militantes e simpatizantes. Denice, por exemplo, vai transmitir sua visita ao Bonfim nas redes sociais.

Nos 13 dias que antecedem o início do horário eleitoral gratuito no rádio e TV, que começa dia 9, candidatos devem apostar nas redes sociais e atos de rua que evitem aglomerações, informam as assessorias de imprensa.

O candidato Bacelar (Podemos) decidiu pedir proteção à Santa Dulce dos Pobres, na paróquia que leva seu nome, em um bairro popular. Para "abrir os caminhos" durante a campanha, ao final da missa vai tomar "banho de pipoca", utilizado no candomblé como símbolo de purificação e limpeza.

O candidato Celsinho Cotrim (PROS) fará caminhada com o ex-campeão mundial de boxe e seu vice, Acelino Popó, no bairro popular de Lobato, subúrbio da capital. Segundo Cotrim, a caminhada será limitada a 15 pessoas, com máscara, distanciamento, álcool em gel "e só com acenos de mão, não com abraço nem aperto de mão".

Candidato conservador, Cezar Leite (PRTB) optou por uma carreata, pela manhã, na orla marítima, rumo ao Farol da Barra, cartão postal de Salvador. Os outros candidatos, Hilton Coelho (PSOL), Rodrigo Pereira (PCO) e Pastor Sargento Isidório (Avante) não informaram a agenda de campanha.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;