Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

China promete reforma de controles sobre juros e câmbio



20/11/2013 | 04:32


O governo da China vai continuar o processo de desregulação dos regimes de juros e câmbio, disse nesta quarta-feira a vice-presidente do Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês), Hu Xiaolian. De acordo com ela, os agentes pretendem passar a considerar os níveis de preço para formular a política econômica e vão se esforçar para expandir o mercado interno de câmbio.

Xiaolian destacou que "a reforma das taxas de juros é condição necessária para a alocação dos recursos financeiros", refletindo a decisão do Partido Comunista de permitir que os mercados tenham um papel decisivo na economia. Ela disse que o yuan já possui uma "forte flexibilidade", mas indicou que o governo vai pressionar pela reforma.

"Nós vamos promover a expansão do mercado e incentivar a flexibilidade de ambos os lados", afirmou. Sobre a reforma da política monetária, ela argumentou que a necessidade de oferta da moeda deve ser controlada pela cautela com a inflação. Fonte: Market News International.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

China promete reforma de controles sobre juros e câmbio


20/11/2013 | 04:32


O governo da China vai continuar o processo de desregulação dos regimes de juros e câmbio, disse nesta quarta-feira a vice-presidente do Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês), Hu Xiaolian. De acordo com ela, os agentes pretendem passar a considerar os níveis de preço para formular a política econômica e vão se esforçar para expandir o mercado interno de câmbio.

Xiaolian destacou que "a reforma das taxas de juros é condição necessária para a alocação dos recursos financeiros", refletindo a decisão do Partido Comunista de permitir que os mercados tenham um papel decisivo na economia. Ela disse que o yuan já possui uma "forte flexibilidade", mas indicou que o governo vai pressionar pela reforma.

"Nós vamos promover a expansão do mercado e incentivar a flexibilidade de ambos os lados", afirmou. Sobre a reforma da política monetária, ela argumentou que a necessidade de oferta da moeda deve ser controlada pela cautela com a inflação. Fonte: Market News International.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;