Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Taiwan não está pronto para diálogo, diz ex-vice



20/11/2013 | 04:34


O ex-vice-presidente de Taiwan, Vincent Siew, sugeriu nesta terça-feira que ainda não é hora para Taiwan começar a se aprofundar no diálogo político com a China. Segundo ele, ainda há "um longo caminho a percorrer" no desenvolvimento dos laços econômicos entre Pequim e Taipei.

"Eu acho que a atitude que queremos tomar é primeiro cuidar dos assuntos econômicos, antes de se preocupar com os políticos", ele disse em entrevista ao Wall Street Journal. Siew está liderando a visita uma delegação de empresários chineses aos EUA.

Em outubro, o presidente Xi Jinping disse a Siew que Pequim está ansiosa para ir além das questões econômicas e começar a condução das negociações políticas com Taiwan, de acordo com o relato publicado pela agência de notícias oficial Xinhua. Taipei, no entanto prefere "cuidar das questões simples antes das difíceis", afirma o ex-vice-presidente.

Taiwan se separou politicamente da China em 1949, depois de uma guerra civil que levou o Partido Comunista ao poder em Pequim. Desde então, a relação entre as duas partes tem sido frágil, com os chineses reivindicando a região de Taipei como território da China. Em 2008, quando Taiwan elegeu o presidente Ma Ying-jeou, ambos os lados têm se concentrado em fortalecer os laços econômicos, reduzindo barreiras ao investimento e tarifas. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Taiwan não está pronto para diálogo, diz ex-vice


20/11/2013 | 04:34


O ex-vice-presidente de Taiwan, Vincent Siew, sugeriu nesta terça-feira que ainda não é hora para Taiwan começar a se aprofundar no diálogo político com a China. Segundo ele, ainda há "um longo caminho a percorrer" no desenvolvimento dos laços econômicos entre Pequim e Taipei.

"Eu acho que a atitude que queremos tomar é primeiro cuidar dos assuntos econômicos, antes de se preocupar com os políticos", ele disse em entrevista ao Wall Street Journal. Siew está liderando a visita uma delegação de empresários chineses aos EUA.

Em outubro, o presidente Xi Jinping disse a Siew que Pequim está ansiosa para ir além das questões econômicas e começar a condução das negociações políticas com Taiwan, de acordo com o relato publicado pela agência de notícias oficial Xinhua. Taipei, no entanto prefere "cuidar das questões simples antes das difíceis", afirma o ex-vice-presidente.

Taiwan se separou politicamente da China em 1949, depois de uma guerra civil que levou o Partido Comunista ao poder em Pequim. Desde então, a relação entre as duas partes tem sido frágil, com os chineses reivindicando a região de Taipei como território da China. Em 2008, quando Taiwan elegeu o presidente Ma Ying-jeou, ambos os lados têm se concentrado em fortalecer os laços econômicos, reduzindo barreiras ao investimento e tarifas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;