Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vacina funciona. Óbvio


Do Diário do Grande ABC

23/07/2021 | 23:59


Não que, a esta altura do campeonato, houvesse muita margem para dúvidas, mas resultado de estudo realizado pela Secretaria da Saúde de Santo André com pacientes com diagnóstico de Covid-19 comprova de forma assertiva que as vacinas contra o novo coronavírus são eficazes. Reportagem assinada por Anderson Fattori, editor do caderno Setecidades do Diário, mostra que apenas 6% dos 533 contaminados que precisaram ser internados no município, de 22 de junho a 22 de julho, haviam recebido as duas doses de imunizantes. Ou seja, praticamente todos os infectados que precisaram de assistência hospitalar estavam sem proteção vacinal.


O levantamento evidencia o poder das vacinas diante do agente que causou a pandemia mais mortal em 100 anos, que apenas nas sete cidades já ceifou quase 10 mil vidas. E deve ser amplamente divulgado para estimular os moradores do Grande ABC, especialmente os que ainda têm dúvidas sobre a qualidade dos imunizantes, a se protegerem o mais rápido possível.


Só quando a imensa maioria dos habitantes das sete cidades, algo em torno de 70% da população, estiver imunizada é que o novo coronavírus vai encontrar barreiras robustas à sua disseminação. A partir desse momento, finalmente a pandemia estará prestes a ser derrotada – e, talvez, passar às páginas dos livros de história, assim como ocorre com a grande gripe de 1918, surgida nos Estados Unidos e detectada na Espanha.


O estudo andreense é mais uma das inúmeras evidências da força da ciência no combate a doenças e pestes ao longo dos séculos. E realça de modo incontestável o legado do médico inglês Edward Jenner (1749-1823), que descobriu o princípio da vacina em 1796, ao perceber que se criava barreira à varíola humana quando os indivíduos eram inoculados com vírus da varíola bovina – o termo vacina vem do latim ‘das vacas’.


Os negacionistas são, certamente, representantes do único grupo que deve ter ficado triste com o óbvio resultado do estudo promovido em Santo André. Viva a vacina! Viva a ciência! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;